BOLAVIP - Por: Lurian Schultz

O Vasco venceu o Oriente Petrolero-BOL na estreia da Copa Sul-Americana pelo placar de 1 a 0. Com o gol marcado por Germán Cano, o Cruz-Maltino leva uma vantagem para o duelo de volta, que acontecerá em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, no Estádio Ramón Tahuichi Aguilera. Após a partida, o técnico Abel Braga falou em coletiva.

+ Plano de Campello tem êxito e Vasco consegue avançar em duas competições

+ Vasco negocia a contratação do meia-atacante Matín Benítez, do Independiente

+ Meia revelado pelo Vasco pode render bolada para o clube

O treinador relatou que a vantagem poderia ter sido mais elástica, mas comemorou o fato da equipe não ter sido vazada em São Januário. "Tamanho (da vitória) não é o que queríamos, também não foi o que produzimos. Tivemos bolas na trave, mas é uma equipe chata. O mais importante da vitória, apesar que gostaríamos de ter feito mais um gol, é que não sofremos gols. Querendo ou não, um 2 a 1 é mais perigoso do que o 1 a 0", afirmou.

Abel também falou sobre o atacante Talles Magno, que, segundo o treinador, vinha se cobrando em excesso. "Senti o Talles um pouco diferente, mais sério. Depois conversando com a psicóloga chegamos a conclusão que ele se cobra demais. Como o Andrey e o Bruno Gomes. Ele e o Marrony são da base, a torcida adora. O que eu tentei fazer foi justamente tirar esse peso", comentou.

O meia Fredy Guarín, que está muito próximo de um acordo para renovar com o Vasco da Gama foi elogiado pelo zagueiro Leandro Castán, que condecedeu entrevista coletiva juntamente com Abel. "Guarín é grande jogador, não conversei com ele, não sei como está o andamento da negociação. Sabemos da qualidade dele e que poderá nos ajudar muito", disse o defensor. O colombiano acompanhou a vitória vascaína de um dos camarotes de São Januário.

Já segue o Vasco no Instagram? Faça parte da nossa torcida!