Na coletiva de imprensa sobre a final da Supercopa do Brasil, na manhã desta terça-feira (04), Dorival Júnior declarou que não está sendo fácil montar o elenco com perdas de jogadores importantes, mas isso não pode ser considerado uma muleta para a temporada: “Tivemos treze saídas e doze contratações, mas não podemos usar isso de muleta. Vamos tirar o melhor de cada um para que possamos fazer um bom jogo”.

Para atender aos pedidos do comandante, a direção do Athletico-PR iniciou contatos para contratar o meia-atacante Rodriguinho, do Cruzeiro. O jogador também desperta interesse do Bahia e sua saída da Raposa é considerada iminente. O grande empecilho em um eventual acordo com o clube paranaense é o salário do medalhão: ele recebe cerca de R$ 800 mil, valores que estão fora da realidade financeira do CAP.

+ Além de Marcelo Moreno, diretoria do Cruzeiro planeja anunciar meio-campista, atacante e lateral

+ Atacante Fred aciona Cruzeiro na Justiça do Trabalho

+ Adilson Batista elogia Edilson e manda indireta para Thiago Neves

O Furacão aguarda que o imbróglio do atleta com o clube mineiro seja resolvido. Nos próximos dias, deve acontecer uma reunião entre as partes para definir o futuro do jogador. O meia-atacante gostaria de permanecer no Brasil e já autorizou seus representantes a buscar o melhor para sua carreira. Nesse cenário, os dirigentes Rubro-Negros acreditam que possam seduzir o atleta.

A jornalista Nadja Muad foi quem adiantou a notícia do interesse atleticano no Rodriguinho, mas ressaltou que a oferta do Bahia é maior. Até por isso, o Tricolor de Aço está em vantagem nas tratativas. Athletico-PR contratou apenas três atletas para atual temporada: o atacante Carlos Eduardo e os meias Fernando Canesin e Marquinhos Gabriel.

Fonte: BolaVip

Já segue o Cruzeiro no Instagram? Faça parte da nossa torcida!