(Foto: Reprodução da Internet)

O que o Grêmio precisa fazer para se classificar na Libertadores?

É hora do torcedor gremista andar com a calculadora sempre no bolso. A vitória diante do Rosário Central, em Porto Alegre, na última quarta-feira, reviveu o Tricolor na Libertadores 2019. Não faltará emoção e você pode conferir tudo no Sportingbet. Se antes a matemática era cruel com o objetivo da classificação para as oitavas, agora a equipe comandada por Renato Gaúcho depende apenas de si para buscar a vaga na próxima fase.

Tudo porque, ao mesmo tempo em que a equipe gaúcha buscava o triunfo com dois gols de Leonardo e um de Jean Pyerre, o Libertad do Paraguai foi buscar uma vitória por 3 a 2 contra a Universidad Católica, em pleno Chile. Mas nada de tranquilidade, a vitória dos paraguaios veio de virada e a Arena comemorava cada gol da equipe como se fosse do próprio time.

São dois os jogos restantes do Tricolor:

No dia 23, o Grêmio encara o próprio Libertad, a partir das 19h15, em solo paraguaio. Já no dia 08 de maio, a equipe fecha a sua participação na fase de grupos recebendo a Universidad Católica, na Arena.

Como ficou então, o panorama gremista?

Se a equipe de Renato derrotar o Libertad, os gaúchos já pulam para a segunda colocação do grupo desde que a Universidad Católica não busque um triunfo fora de casa, na Argentina. No último jogo, na Arena, se esse panorama ocorrer, a equipe Tricolor pode jogar até mesmo pelo empate para garantir a classificação. Se os chilenos derrotarem os argentinos, é vencer ou vencer para o Tricolor na última rodada.

Se o Grêmio empatar diante do Libertad, a Universidad Católica obrigatoriamente não pode vencer a sua partida, pois nem com uma vitória diante dos chilenos na última rodada, o Tricolor conseguiria alcançar o número de pontos. Se os chilenos também tropeçarem (seja com vitória ou com derrota frente ao Rosário), o Grêmio precisa apenas de um triunfo simples contra os mesmos na rodada final, para garantir a vaga.

Se o Grêmio perder do Libertad, tudo volta a depender de Rosário x Universidad Católica, torcendo pelo tropeço dos chilenos. Com um empate dos mesmos, o Grêmio normalmente precisa jogar por uma vitória simples na última rodada (o duelo seria decidido no saldo, atualmente o Grêmio está com 0 e a Católica com -2). Com uma derrota, não há mais preocupação com saldo, mas ainda assim a necessidade de um triunfo na rodada final.

“Voltamos com muita força a Libertadores e mais do que nunca, a confiança total para disputar a final no domingo (do Campeonato Gaúcho. O torcedor está mais alegre e nós mais felizes neste momento decisivo”, declarou o treinador Renato Gaúcho após o triunfo do meio da semana.

Duda Kroeff, vice de futebol, seguiu a mesma linha de raciocínio:

“Quando a classificação na fase de grupos é mais difícil, a confiança aumenta. Acho que a gente renasce e vem com tudo. Se a gente classificar e, parece que os astros estão se armando para isso, estaremos muito mais fortes”