(Foto: Reprodução da Internet)

Goleiro do Flamengo vítima do incêndio era fenômeno da base

O goleiro Christian, de 15 anos, uma das vítimas do trágico incêndio que aconteceu no Ninho do Urubu nesta sexta-feira, era destaque das categorias de base do Flamengo e colecionava convocações para a Seleção Brasileira.

O treinador do menino nos tempos de Madureira, Daniel Muzi, que atualmente está Botafogo, lamentou muito a perda do promissor jogador e rasgou elogios ao antigo comandado.

QUER SABER MAIS SOBRE O FLAMENGO? CLIQUE AQUI.

"Trabalhei com o Christian dos 8 aos 11 anos no Madureira. Fui auxiliar técnico e depois treinador. O grupo 񟭃' foi meu primeiro como treinador. O Samuel Thomas (atleta que estaria também no incêndio) também era desse grupo", contou Muzi.

Muzi disse ainda que tinha uma relação muito próxima a Christian: "Eu o pegava em casa levava para treinos e jogos", destacando também o jeito extrovertido do menino: "Sempre muito alegre e brincalhão. Muito grande para a idade. Era um dos principais goleiros da idade no futebol do Rio de Janeiro", destacou.



RECEBA NOTÍCIAS DO FLAMENGO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Flamengo