(Foto: Reprodução da Internet)

Palmeiras pode ficar sem nenhum centroavante no Paulista

O Palmeiras terá trabalho extra na próxima semana. Terá que mandar seus advogados para defender o centroavante Deyverson no tribunal. O jogador tem audiência marcada no TJD-SP e, se for punido com pena máxima, ficará até 12 partidas na “geladeira”. A pena mínima é de 6 partidas. Portanto só deve voltar aos gramados na rodada que finaliza a fase de grupos do Campeonato Paulista.

Sem Deyverson, Borja seria a pronta opção. O colombiano deve ser convocado pela seleção para jogar amistoso contra o Japão em Yokohama no próximo dia 22 de março. Até lá Ricardo Goulart já estará recuperado de lesão, mas, na coletiva de apresentação, o jogador disse que gostaria de atuar de meia-atacante e não como centroavante propriamente. Felipão deve respeitar o desejo dele para fazê-lo render mais.

QUER SABER MAIS SOBRE O PALMEIRAS? CLIQUE AQUI.

Goulart pode ser inserido apenas na Copa Libertadores. Arthur Cabral, centroavante de ofício, pode herdar a última vaga disponível para inscrição no Estadual. Mas antes precisa se recuperar plenamente de lesão no púbis que perdura desde sua chegada do Ceará.

De acordo com as regras da Federação Paulista, o clube tem até o dia primeiro de março para inscrever mais um atleta. Se for classificado para as quartas de final, terá até o dia 22 de março para realizar trocas entre os inscritos (até quatro).

Vale lembrar que Hyoran, Guerra, Juninho, Matheus Fernandes, Fabiano e Willian (lesionado) não estão nos planos da comissão técnica para jogarem o Paulista.



RECEBA NOTÍCIAS DO PALMEIRAS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Palmeiras