(Foto: Reprodução da Internet)

Indefinições: a um mês da estreia do Palmeiras na Libertadores, Felipão ainda possui dúvidas no setor ofensivo do time

No dia 6 de março, o Palmeiras entra em campo para tentar a conquista da tão sonhada Libertadores. O confronto inicial será contra o Junior Barranquilla, da Colômbia, e até lá o Felipão precisará sanar algumas dúvidas no setor ofensivo da equipe.

Porém, as oportunidades para testes dentro de campo serão extremamente reduzidas, já que até a estreia na Libertadores, o Palmeiras irá disputar apenas mais quatro jogos. Diante disso, questões como o substituto de Willian no time, quem será o centroavante titular e a falta de criatividade no meio-campo irão precisar de uma solução rápida.

QUER SABER MAIS SOBRE O PALMEIRAS? CLIQUE AQUI.

O caso que parece ser mais indefinido é quem irá atuar em um das pontas do ataque do Palmeiras, já que Dudu é o dono absoluto de um dos flancos. Para a posição, opções não faltam. Carlos Eduardo, Felipe Pires, Zé Rafael, Gustavo Scarpa e Raphael Veiga podem ocupar o lado do campo, porém nenhum deles se firmou até o momento.

O camisa 37, que largou na frente pela titularidade, fez um péssimo jogo diante do Corinthians, o que poderá abrir espaço para Felipe Pires, que anotou o gol na vitória sobre o Oeste, tomar conta da posição. Como não possuem a velocidade como principal característica, os outros nomes correm por fora pela vaga.

Já no comando de ataque, Borja surge como o favorito para estrear na Libertadores. Isso porque, Deyverson perdeu prestígio dentro do clube, após ser expulso diante do Corinthians. Além disso, o colombiano foi o artilheiro da Libertadores 2018 e deve iniciar como titular na competição deste ano.

Porém, Ricardo Goulart, mesmo não sendo centroavante de origem, pode brigar para ser o homem-gol do Palmeiras, após concluir sua recuperação. Além disso, o camisa 11 poderá atuar atrás do centroavante, assim como Roberto Firmino está atuando no Liverpool. Arthur Cabral, que não foi inscrito no Paulista, também é uma das opções.

Já a briga para ser a “cabeça pensante” no meio-campo do Verdão também segue em aberto. Isso porque, Lucas Lima teve um rendimento abaixo do esperado contra o Palmeiras, abrindo um questionamento sobre quem deveria ser o principal responsável por criar jogadas de ataque. Além do camisa 20, podem jogar na posição: Moisés, Zé Rafael, Gustavo Scarpa e Raphael Veiga.

Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO PALMEIRAS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Palmeiras