(Foto: Reprodução da Internet)

Carille testa Corinthians ofensivo e com Vagner Love para primeira 'decisão' do ano

O técnico Fábio Carille esboçou a primeira escalação do Corinthians para a decisão da quinta-feira, às 21h (de Brasília), contra o Ferroviário, no estádio do Café, em Londrina, pela primeira fase da Copa do Brasil. De olho em um time que consiga passar de fase sem correr muitos riscos, o treinador não deixou de fazer uma aposta: Vagner Love, contratado na semana passada, treinou entre os titulares e pode fazer sua estreia.

A montagem do time se deu no trabalho da manhã desta terça-feira, quando Carille utilizou os primeiros momentos para uma movimentação sem adversários, buscando dar liberdade de ação a Vagner Love e Jadson no campo ofensivo. Na hora de marcar, porém, a dupla fechou pelas pontas, ajudando a formar um 4-1-4-1, com Love caindo pela esquerda e o camisa 10 fechando o lado direito, com menos exigência física.

QUER SABER MAIS SOBRE O CORINTHIANS? CLIQUE AQUI.

Os nomes escolhidos foram Cássio; Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Ramiro, Sornoza e Jadson; Vagner Love e Gustagol. A formação exata ainda não pode ser precisada, já que Carille tem mais um dia de treinamento até definir o time. Pela movimentação, no entanto, Sornoza e Ramiro ajudam pelo meio e tentam cobrir as pontas, ajudados por Love ou Jadson na hora da recomposição.

O fato de encarar uma equipe de poderio técnico menor, caso do Ferroviário na comparação com o Palmeiras, atual campeão brasileiro, também ajuda na hora de optar por um time mais ofensivo. Além dos 11 atletas, estiveram com os titulares os meias Pedrinho e Mateus Vital, além do atacante Clayson, em espécie de simulacro do que aconteceu antes do Derby.

Como o trio foi separado dos titulares para o trabalho de bolas paradas, porém, é difícil que os titulares mudem até a quinta. Carille pediu bastante atenção nos escanteios e comemorou a cada bola afastada pelos zagueiros, um martírio corintiano no clássico disputado no Allianz Parque.

Depois do treinamento de bolas paradas, os reservas voltaram para disputar um pequeno coletivo com os titulares. A formação dos suplentes teve Walter; Gabriel, Marllon, Pedro Henrique e Léo Santos; Richard, Araos, Pedrinho, Mateus Vital e Clayson; Boselli. Díaz, que não está inscrito no Paulista, foi o curinga. É provável que muitos dos suplentes ganhem uma chance no jogo seguinte, domingo, contra o Novorizontino, pelo curto período de recuperação.

Fox Sports

RECEBA NOTÍCIAS DO CORINTHIANS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Corinthians