(Foto: Reprodução da Internet)

Atlético-MG repete fórmula que já deu certo por bi da Libertadores; veja

O sonho do Atlético-MG em se tornar novamente o dono da América começa nesta terça-feira (05) em Montevidéu, no Uruguai, onde o Galo enfrenta o Danunio (URU), pela segunda fase da Conmebol Libertadores. A partida, que terá transmissão ao vivo e com exclusividade na tela do FOX Sports, terá bola rolando a partir das 19h15 (de Brasília). E para conseguir novamente o tão esperado título, o clube apostará em uma formula que deu certo na primeira conquista: a experiência do elenco.

Pilares da equipe comandada por Levir Culpi, Victor, Léo Silva e Réver estiveram com o Atlético-MG na conquista da América em 2013, assim como o atacante Luan, que permanece no elenco. Além deles, o grupo ainda conta com Fábio Santos, que ficou com o título de 2012, ainda defendendo o Corinthians. Além deles, o grupo atleticano conta com a experiência de nomes de peso como Elias e Ricardo Oliveira, homens de confiança da comissão técnica.

QUER SABER MAIS SOBRE O ATLÉTICO? CLIQUE AQUI.

“Muito se falava em 2013 que vários jogadores não estavam servindo em outros clubes, que o Atlético buscou e que acabou surtindo efeito. Prova disso é que o Atlético ficou três anos brigando por títulos importantes. Foi quando conquistou coisas grandes. Vejo que, este ano, o Atlético é muito mais respeitado em função do que a diretoria e esses jogadores construíram”, disse o capitão do time, colocando o Galo entre os postulantes do título da Libertadores.

“Acredito que o Atlético entra forte em busca do título. É o que os jogadores vêm fazendo dentro de campo junto com a comissão. Então, espero que, como mudou a fase e a era, esse respeito possa continuar e que nós possamos fazer valer dentro de campo”, afirmou o zagueiro em entrevista coletiva durante o treinamento do time no estádio Campeão de Siglo, do Peñarol.

Se pelos lados do Atlético-MG a aposta está na rodagem do elenco, o rival do clube nesta terça-feira tem como arma a juventude de seu elenco. Do time apontado pela imprensa local como titular para o confronto diante da equipe de Belo Horizonte, o Danubio terá dois pilares de experiência: Ernesto Goñi, lateral-esquerdo de 34 anos, e o meia Carlos Grossmüller, de 35. Os outros nove jogadores estão abaixo da casa dos 30 anos, sendo o meio-campista Denis Olivera, considerado uma joia do futebol uruguaio, o mais novo de todos, com apenas 19 anos.

Ao todo são nada menos do que 18 jogadores revelados nas categorias de base do time e que agora estão com menos de 23 anos na lista de 25 inscritos pelo Danubio nesta fase da Conmebol Libertadores. A partida de volta acontece na próxima terça-feira (12), na Arena Independência, em Belo Horizonte. O vencedor deste confronto terá pela frente quem triunfar no encontro entre Defensor (URU) e Barcelona de Guayaquil (EQU).

Fox Sports

RECEBA NOTÍCIAS DO ATLÉTICO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Atlético-MG