(Foto: Reprodução da Internet)

Presidente do Santos diz que jogador ainda será multado pela ausência em partida

Mesmo tendo sido vendido ao Flamengo, Bruno Henrique não escapará de ser multado pelo Santos, seu ex-clube. Isso é o que garante o presidente do Peixe, José Carlos Peres, afirmando que a ausência do atacante na partida contra a Ferroviária, pela primeira rodada do Paulista, não irá passar impune.

Além disso, José Carlos Peres revelou que a venda de Bruno Henrique ao Flamengo, que rendeu R$ 23 milhões ao Santos, foi realizada sem nenhum valor ser repassado de comissão para empresários. Também foi dito que após a ausência do jogador diante da Ferroviária, o treinador Jorge Sampaoli concordou com a saída do atleta para o Rubro-Negro carioca.

QUER SABER MAIS SOBRE O SANTOS? CLIQUE AQUI.

“Fizemos Bruno Henrique sem intermediário, sem comissão. Fico triste pela fofoca no clube. Não teve um centavo, de clube para clube. Santos e Flamengo. Tentamos segurar o máximo possível, mas proposta é de três vezes e meia de salário maior. Para não fugirmos de nosso limite, decidimos, junto ao Comitê de Gestão, que era melhor vender. Chegou atrasado no jogo, será multado e faremos a rescisão com 40% de multa pois não comparecer contra a Ferroviária. Foi o exemplo ruim do Arrascaeta no Cruzeiro. Fez algo que não foi correto e foi premiado, é o futebol, a força do dinheiro. Infelizmente, quem sumiu foi premiado. Com a gente, não. Depois que o treinador achou que a melhor forma era tirar, fizemos a venda sem comissão”, afirmou Peres.

O mandatário máximo do Santos revelou qual é a situação do volante Ronaldo, que ainda não acertou com o Peixe devido impasses financeiros.

“Tem futuro, se apresentou bem, tem salário pequeno e achou que ganharia maior salário do nosso clube. Existe negociação. Ou Flamengo nos oferece outro jogador ou ele muda a pretensão. Defendo o Santos”, finalizou.

Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO SANTOS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Santos