(Foto: Reprodução da Internet)

Alterações forçadas no meio-campo prejudicam a evolução do Botafogo

O Botafogo ainda não venceu na temporada e, em três jogos na temporada, também não conseguiu repetir escalação em nenhum dos três setores da equipe. E no meio-campo, o coração do time, alterações forçadas têm prejudicado a engrenagem da equipe neste início de Carioca.

Para esta quinta-feira, Zé Ricardo terá novamente João Paulo, Valencia e Marcos Vinícius como desfalques para o meio. O primeiro, autor do gol alvinegro na derrota diante do Flamengo, saiu de campo com uma lesão no músculo posterior da coxa direita e exige um trabalho especial visando, sobretudo, as decisões na Sul-Americana - o primeiro jogo será realizado no dia 6, no Niltão.

QUER SABER MAIS SOBRE O BOTAFOGO? CLIQUE AQUI.

- Sabemos o cenário do João Paulo. Sofreu uma grave lesão em 2018 e ficou quase todo o ano sem poder jogar. Temos que ter todo um suporte e atenção especial com ele. Havendo a possibilidade de fazer um controle de carga quanto a participações em jogos, faremos. Jogando partida sim ou partida não, sempre que possível e levando em conta apenas no 25 jogadores de linha que temos - salientou Felipe Capella, preparador físico do clube, à Rádio Brasil.

AS OUTRAS OPÇÕES

Na entrevista coletiva após o clássico do fim de semana, Zé também comentou a respeito de João Paulo, junto aos volantes do enxuto elenco.

- A gente já consegue tirar conclusões. Preparamos o Jean para esse jogo, ele ainda precisa evoluir fisicamente. Temos que ter todo o cuidado com João Paulo. Alan Santos estava oito meses sem uma partida completa. Alex está entrando no time. Acredito muito no Wenderson. Bochecha teve uma artroscopia no início das férias - disse Zé Ricardo.

Nos dois primeiros jogos, o citado Wenderson teve as oportunidades entre os titulares, enquanto Jean era poupado. Alan Santos, titular na estreia, ainda está longe das melhores condições. Já Alex Santana, que iniciou as duas últimas partidas, parece estar mais perto da forma ideal e de seguir colaborando em prol da evolução do meio-campo.

- Todos esses jogadores que chegam temos uma atenção especial, tendo em vista que não conhecemos o atleta, o histórico. O Alan Santos é um atleta que temos que ter bastante paciência, por conta da última temporada dele fora do Brasil (estava no Al Ittihad Kalba-EAU e vem de longa inatividade). O Alex Santana acredito que o quanto antes terá condições ideais - apontou Capella.

Para o jogo desta quinta-feira, contra o Resende, o Botafogo, ainda com remotas chances de classificação às semifinais da Taça Guanabara, deve entrar com Jean, Alex Santana e Luiz Fernando ou outro volante no meio. O fato é que os contratempos físicos têm emperrado o progresso em um setor vital.

MEIO-CAMPO: AS FORMAÇÕES ATÉ AGORA

Cabofriense 3x1 Botafogo
Iniciaram: Wenderson (primeiro volante), Alan Santos (segundo volante) e João Paulo (mais avançado, por dentro da trinca)). Entraram: Alex Santana (no lugar de Alan Santos).

Botafogo 0x0 Bangu
Iniciaram: Wenderson (primeiro volante), Alex Santana (segundo volante) e Luiz Fernando (mais avançado, por dentro da trinca). Entraram: Bochecha (no lugar de Alex Santana) e Alessandro (no lugar de Rodrigo Pimpão).

Botafogo 1x2 Flamengo
Iniciaram: Jean (primeiro volante), Alex Santana (segundo volante) e João Paulo (mais avançado, por dentro da trinca). Entraram: Alan Santos (no lugar de João Paulo).

Lance

RECEBA NOTÍCIAS DO BOTAFOGO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Botafogo