(Foto: Reprodução da Internet)

Início de caminhada do Cruzeiro faz Mano se animar em cumprir "promessa"

Foi contra o Guarani-MG que o ​Cruzeiro fez a sua estreia oficial na temporada de 2019. E a vitória por 3 a 1, fora de casa, animou o técnico Mano Menezes. Ao balançar a rede em três oportunidades, o próprio comandante da equipe se mostrou satisfeito com a real possibilidade de cumprir uma promessa feita à torcida: de montar um time mais ofensivo para este ano.

Em 2018, mesmo com os títulos da Copa do Brasil e do Campeonato Mineiro, a média de gols não foi lá essas coisas. Em 90 partidas, foram 72 bolas na rede - 1,25 por jogo. Ou seja, mesmo que tenha sido apenas a primeira partida do Estadual, o resultado é encarado como uma amostra do que é desejado para o restante dos compromissos. “Teve um torcedor que, com 15 minutos, disse: ‘é impressão minha ou o time está mais ofensivo?’. Pela característica dos jogadores, está se tornando um time que pode jogar, sim, de forma mais ofensiva. Vamos construir a equipe e ver se essa frase vai se tornar realidade”, destacou. Na sexta-feira, uma declaração do treinador já havia chamado a atenção. “Fiz um exercício de montar uma ideia de escalação. E alguns colegas disseram assim: ‘você não vai jogar assim, é muito ofensivo’. Eles vão conquistar a titularidade lá dentro, com a produção.”

QUER SABER MAIS SOBRE O CRUZEIRO? CLIQUE AQUI.

Ao longo dos últimos anos, embora a sequência de conquistas, Mano foi taxado como um treinador burocrático, sem muitas alternativas táticas para surpreender os rivais, e com prioridade clara volta ao setor de marcação. Pois do que ele viu no final de semana, apenas um aspecto o preocupou além da conta. “O Cruzeiro perdeu gols feitos de novo. Tem que aproveitar, ter tranquilidade para botar a bola lá dentro”, concluiu. Na quarta-feira, a Raposa volta a campo, desta vez diante da sua torcida, para enfrentar a Patrocinense.

90min

RECEBA NOTÍCIAS DO CRUZEIRO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Cruzeiro