(Foto: Reprodução da Internet)

Gol "previsto" e revelação de Renato dão o tom de novo momento de atacante gremista

Ele poderia nem ter iniciado 2019 vestindo a camisa do ​Grêmio. Afinal, um vídeo vazado durante suas férias, no qual praticamente se oferecia para jogar no Flamengo, colocou em xeque o seu futuro no clube. Mas a primeira partida oficial do ano sinalizou que a sua permanência na Arena, mesmo contrariando o desejo de muitos torcedores, deve render frutos.

Com menos de um minuto em campo e no primeiro toque na bola, Marinho, que iniciou o duelo frente ao Novo Hamburgo no banco de reservas e entrou na vaga do contestado volante Kaio, marcou o gol que deu tranquilidade à equipe no placar - até então, o jogo estava apenas 1 a 0. Aliás, esse lance, na cabeça do atleta, estava praticamente previsto. “Eu falei aos meninos no banco que iria fazer o meu. Seria igual ao jogo-treino com a transição. Primeiro o Juninho e depois eu”, brincou o atacante, ao lembrar da atividade realizada durante a semana que antecedeu a estreia azul no Gauchão. Aliás, Marinho tem total apoio do técnico Renato Portaluppi, que inclusive foi quem indicou a sua contratação.

QUER SABER MAIS SOBRE O GRÊMIO? CLIQUE AQUI.

Em 2018, com apenas uma bola na rede e total descrédito, ele parecia um jogador que estava até mesmo sem vontade, por vezes displicente. Mas o voto de confiança foi dado. “Ano passado tive uma conversa boa com o Marinho, falando sobre a maneira que deveria se posicionar. E ele disse isso: ‘fico um pouco perdido porque nunca fui orientado. É difícil entender tudo’. Levei isso em consideração ao tratar com ele”, destacou o treinador. Polêmicas à parte, tudo parece resolvido. E, mesmo que de cara ele tenha ficado apenas como opção à equipe reserva, o atacante parece disposto a recuperar o tempo perdido.

90min

RECEBA NOTÍCIAS DO GRÊMIO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Grêmio