(Foto: Reprodução da Internet)

Sem jogos-treino, Galo define estratégia por ritmo em estreia na Libertadores

Sem amistosos ou jogos-treino programados para os próximos dias, o Atlético-MG já definiu qual será a estratégia adotada para o elenco adquirir ritmo de jogo antes da estreia na fase prévia da Libertadores, ​contra o Danubio, no dia 5 de fevereiro.

​​Como informa o ​Globoesporte, o clube utilizará os cinco primeiros jogos do Mineiro para construir melhor entrosamento entre os jogadores, principalmente com os recém-chegados. Os compromissos pelo Estadual serão um grande 'laboratório' para a comissão técnica, que planeja utilizar a formação considerada ideal/titular em duas ou três ocasiões.

QUER SABER MAIS SOBRE O ATLÉTICO? CLIQUE AQUI.

Internamente, o Galo considera uma vantagem ter cinco jogos antes da partida em Montevidéu, contra o Danubio. ​O adversário faz sua preparação apenas com amistosos, já que o calendário no país vizinho inicia oficialmente no dia 9 de fevereiro, ou seja, o duelo contra o Galo no dia 5 será o primeiro jogo do ano para o clube da capital uruguaia.

"Com certeza é uma vantagem para a gente. Vamos fazer de dois a três jogos com o time titular, dependendo da avaliação do Levir, com jogadores que vão estar no jogo do dia 5. É uma vantagem, porque você está preparando o atleta para jogos decisivos. Existem situações que o atleta só pega no jogo que vale", afirmou o preparador físico do Galo.

O calendário atleticano reserva os seguintes jogos daqui à estreia na Libertadores: Boa Esporte (20/01), Tombense (23/01), Cruzeiro (27/01), URT (30/01) e Guarani-MG (02/02). Dentre estes, é bastante provável que o time titular atue contra Boa, Cruzeiro e URT, e uma escalação alternativa seja utilizada em Tombos, na segunda rodada, e diante do Guarani, antevéspera da partida em Montevidéu.

90min

RECEBA NOTÍCIAS DO ATLÉTICO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Atlético-MG