(Foto: Vitor Silva / Botafogo)

Com a manutenção de Zé Ricardo, Botafogo aposta em garotos por bi

O Botafogo é uma incógnita para a atual temporada. Assim como para o início de 2018, o time alvinegro não conta com jogadores de peso e, desta vez, ainda rejuvenesceu o elenco. Os reforços que chegaram para o início do Carioca são jovens, com a exceção de Diego Cavalieri, e não causaram muita euforia na torcida. O discurso interno, contudo, é de otimismo quanto ao bicampeonato.

Na temporada passada, o Botafogo não era favorito ao título estadual e, mesmo assim, com a consolidação do trabalho de Alberto Valentim, chegou ao seu 21º caneco na história após reviravoltas na decisão e uma vitória simples (1 a 0) e significativa diante de um mais forte Flamengo, nas semifinais.

QUER SABER MAIS SOBRE O BOTAFOGO? CLIQUE AQUI.

A expectativa é que a manutenção de Zé Ricardo e de boa parte do time titular que terminou a última temporada em alta, com uma sequência de vitórias no Brasileiro, seja determinante para que o enxuto plantel faça uma nova campanha vitoriosa no Carioca, a iniciar neste domingo para o Glorioso, em duelo fora de casa, diante da Cabofriense, fora de casa.

PROVÁVEL TIME-BASE: POUCAS MUDANÇAS EM RELAÇÃO A 2018

Embora muitas saídas tenham ocorrido, o Botafogo terá diversos jogadores que encerraram a temporada 2018 - cuja reta final contou com uma considerável arrancada no Brasileiro - entre os 11. O provável time titular para o andamento da competição tem em Erik, recém-confirmado por um novo empréstimo, o seu principal nome ofensivo, junto a Luiz Fernando.

Quando estiver todos os jogadores à disposição, Zé Ricardo deve escalar: Gatito Fernández; Marcinho, Carli, Helerson e Gilson; Jean, João Paulo e Leo Valencia; Luiz Fernando, Erik e Kieza. T: Zé Ricardo.

ANÁLISE

Ceticismo. É possível que esta palavra defina o sentimento do torcedor quanto ao Botafogo versão 2019. Muitos jogadores deixaram o clube recentemente e, por mais que alguns fossem contestados, como Rodrigo Lindoso e Moisés, tinham a confiança de Zé Ricardo e seriam importantes ao longo do ano.

Os reforços contratados - Gabriel, Alan Santos, Alex Santana e Gustavo Ferrareis - também ratificam a desconfiança da torcida. Todos têm um inegável potencial e são revelados em equipes grandes, mas ainda estão longe de passarem a confiança desejada pelo botafoguense.

São muitos garotos no elenco e um Erik a permanecer e que eleva o patamar. Helerson, Wenderson, Jonathan e Igor Cássio são pratas das casa que estão se destacando na atividade e que, agora com menos jogadores à disposição de Zé Ricardo, devem ter mais oportunidades neste início de temporada, assim como Alessandro (o já popular Zé Gatinha, que está agradando nos treinamentos).

Diante deste cenário, cabe a torcida ter mais paciência quanto aos jovens e saber que medalhões não serão contratados, sobretudo pela grave crise financeira que assola o clube da Estrela Solitária. Se Zé permanecer e a garotada mostrar serviço, o ano pode ser positivo e com uma nova taça.

TABELA DA TAÇA GUANABARA: CLÁSSICO JÁ NA TERCEIRA RODADA

A estreia do Botafogo será neste domingo, contra a Cabofriense, fora de casa. No entanto, o time de Zé Ricardo jogará diante de sua torcida em três dos cinco jogos da Taça Guanabara. Para o clássico contra o Flamengo, marcado para o dia 26, ainda há dúvida quanto ao local, já que o Alvinegro contava com a venda do mando para Manaus, o que foi rejeitado pelo Rubro-Negro. Neste dia, há um show agendado para o Niltão. O clube ainda estuda como proceder.

Confira a tabela do Botafogo na Taça Guanabara:

1ª rodada - Cabofriense x Botafogo (Moacyrzão) - 20/01 às 19h
2ª rodada - Botafogo x Bangu (Nilton Santos) - 23/01 às 19h15
3ª rodada - Botafogo x Flamengo (A definir) - 26 às 17h
4ª rodada - Botafogo x Resende (Nilton Santos) - 31/01 às 20h
5ª rodada - Boavista x Botafogo (Bacaxá) - 03/02 às 17h

SÃO 21 TÍTULOS DO CAMPEONATO CARIOCA

​No Rio de Janeiro, o Botafogo é o clube grande que menos possui títulos estaduais. O Glorioso, ao todo, soma 21 títulos, e vê no Vasco, com três a mais, o primeiro à frente do páreo para ser ultrapassado. Este ano, com muitos garotos e a manutenção de uma base do time titular, o time de Zé tem potencial para diminuir esta diferença.

O Botafogo conquistou o Campeonato Carioca nos anos de 1907, 1910, 1912, 1930, 1932, 1933, 1934, 1935, 1948, 1957, 1961, 1962, 1967, 1968, 1989 , 1990, 1997 , 2006, 2010 , 2013 e 2018.

REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO

A seletiva acontece entre seis clubes participantes que se enfrentam em turno único. Os dois melhores se juntam com os outros 10 times que irão lutar pelo título estadual nas taças Guanabara (1º turno) e Rio (2º turno). A Taça Guanabara começa dia 19 de janeiro, enquanto a Rio tem início em 23 de fevereiro. Uma chave é formada por Fluminense, Madureira, Vasco, Portuguesa, Volta Redonda e Americano. A outra tem Bangu, Boavista, Botafogo, Cabofriense, Flamengo e Resende.

Os dois primeiros de cada grupo fazem a semifinal do turno, com as equipes de melhor campanha tendo a vantagem do empate na semifinal. Os campeões de cada turno se juntam aos times de terceira e quarta melhores campanha na semifinal da competição. Se o mesmo time ganhar os 2 turnos, vai direto para a final. A decisão será em dois jogos, sem vantagem e indo para pênaltis em caso de empate.

Lance

RECEBA NOTÍCIAS DO BOTAFOGO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Botafogo