(Foto: Reprodução da Internet)

E agora? Vasco parte novamente da estaca zero para suprir desejo de Valentim

No início da semana, Rossi viajou para a China com o intuito de obter a liberação sem custos junto ao Shenzen para que ele pudesse ser anunciado como reforço do Vasco da Gama. Porém, a tentativa foi infrutífera. O clube oriental exigiu um valor para liberar o atleta e, com essa ducha de água fria, os dirigentes cariocas já partem em busca de outra alternativa no mercado, mesmo que já tivessem tudo acertado com o nome de preferência.

Embora esta contratação não esteja ainda totalmente descartada, novas possibilidades estão na pauta vascaína, mas nenhuma outra negociação foi aberta por conta da convicção que existia sobre Rossi. A pedido do técnico Alberto Valentim, a direção procura um jogador de velocidade e que atue pelos lados do campo, uma vez que, recentemente, Kelvin e Andrés Rios deixaram o elenco. No momento, somente Rildo e Caio Monteiro possuem essas características, ou seja, até mesmo garotos que pintaram na Copa São Paulo de Futebol Júnior podem ser integrados ao profissional para suprir esta carência do plantel. Mesmo assim, o treinador gostaria de contar com alguém com mais rodagem para a temporada de 2019.

QUER SABER MAIS SOBRE O VASCO? CLIQUE AQUI.

As dificuldades financeiras impedem o Vasco de fazer maiores investimentos. Mesmo assim, entre os times grandes do Rio de Janeiro, foi o que mais contratou neste início de ano. Chegaram os meias Bruno César e Yan Sasse, os laterais Raúl Cáceres, Cláudio Winck e Danilo Barcelos, os volantes Fellipe Bastos e Lucas Mineiro e o atacante Ribamar.

90min

RECEBA NOTÍCIAS DO VASCO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Vasco da Gama