(Foto: Reprodução da Internet)

Leonardo Silva pede paciência com Levir e critica diretoria do Atlético-MG

O elenco do Atlético-MG segue sua preparação para o jogo contra o Palmeiras, marcado para domingo, às 17h, na Arena Independência, pela 33ª rodada do Brasileirão. Um pouco antes da atividade, o zagueiro Leonardo Silva concedeu entrevista coletiva na Cidade do Galo.

Indagado sobre a irregularidade da equipe no setor defensivo, Leonardo Silva apontou para as recorrentes mudanças. Para o capitão atleticano, cada treinador tem seu método de trabalho e a assimilação do grupo requer tempo.

QUER SABER MAIS SOBRE O ATLÉTICO? CLIQUE AQUI.

“Não dá pra mexer tanto num time e querer o resultado imediato. Nos últimos dois anos nós mudamos muito a filosofia do trabalho. Isso dificulta o entendimento, a compreensão em geral da equipe. Nada é rápido, não acontece de um dia para o outro. Acho que se você somar nos últimos anos tivemos seis treinadores. Se vocês (jornalistas) tiverem seis chefes diferentes, ficarão um pouco perdidos naquilo que cada um propõe“, analisou o camisa 3.

“Não é o ideal, pois time vencedor requer continuidade de trabalho, foi assim que conquistamos títulos. Quando o Cuca chegou aqui, teve seis derrotas seguidas. Foi um momento delicado no início para depois colhermos os frutos. Tomara com o Levir a gente consiga entrosar o mais rápido e mantermos a classificação”, completou Léo.

Além da troca no comando técnico, houve corte também na diretoria de futebol. Saiu Alexandre Gallo e entrou o ex-jogador Marques. Recentemente, o clube confirmou atraso no salário dos atletas. “É uma série de fatores que atrapalha o planejamento e isso reflete dentro de campo”.

A seca de gols é algo que também preocupa o elenco alvinegro. Para o zagueiro, o time tem tido azar em alguns momentos.

“Quanto ao ataque, a bola tem que entrar na casinha, a sorte tem que virar. Temos que dar o suporte para que o ataque dê o melhor dele. Parar de bater na nossa trave e entrar. Temos que contar um pouco com a sorte. Eles têm nossa confiança”, disse.

Recuperação contra o líder

Sem vencer há cinco jogos, o Galo sabe que não pode mais dar bobeira. Adversários como Santos e Atlético-PR também lutam por uma vaga no G6. Para triunfar sobre o líder, Leonardo Silva conta com o apoio das arquibancadas.

“Sei como é nossa torcida, espero o melhor dela como ela espera o melhor do time. Nesse jogo, vai combinar. A fase não é boa, mas precisamos do carinho e do medo que eles colocam no adversário“, concluiu.

Conteúdo publicado originalmente no site www.Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO ATLÉTICO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Atlético-MG