(Foto: Lucas Uebel / Grêmio)

Everton lembra gol perdido em Grêmio x River Plate e lamenta: "Sabia que não estava 100%"

No último dia 30 de outubro, o Grêmio acabou eliminado da Copa Libertadores da América. Atuando em casa, o Tricolor foi derrotado pelo placar de 2×1 pelo River Plate e deu adeus ao sonho do tetra. A história, no entanto, poderia ter sido diferente por conta de um lance aos 16 minutos da etapa final.

Depois de um lançamento de Cícero, Everton saiu cara a cara com Armani e parou em grande intervenção do goleiro argentino. Naquele momento, o Grêmio ainda vencia por um gol, já tendo vencido por 1×0 na ida.

QUER SABER MAIS SOBRE O GRÊMIO? CLIQUE AQUI.

Envolvido diretamente no lance e convivendo com algumas críticas dos torcedores, o atacante relembrou o gol perdido em entrevista coletiva nesta quinta-feira. O camisa 11 lamentou o erro e admitiu que não estava na sua melhor física.

“Críticas sempre vão existir, estamos sujeitos a isso. Eu estou muito chateado comigo porque eu sabia que não estava 100% naquela partida. O combinado com o professor era que se estivesse meio definido, e a gente tinha aberto uma boa vantagem, ele ia me utilizar. Com o 1×0, automaticamente a gente tinha a vantagem dos dois gols (no placar agregado). Eu entrei mesmo para pegar ritmo. Estava voltando a jogar depois de três semanas. Naquela semana não treinei nenhum dia com o grupo e voltei direto para o jogo. Então acaba que você não tem ritmo de jogo. Chateado mesmo eu fiquei comigo. Se eu estivesse 100%, a história poderia ter sido diferente”, comentou Everton.

Artilheiro do time no ano, o atacante destacou a dificuldade de esquecer o lance. Na noite que sucedeu o jogo, “Cebolinha” revelou que não conseguiu dormir.

“A gente tenta nem pensar, porque acaba ficando mais chateado ainda. Não consegui dormir na noite do jogo, fiquei pensando e revendo (o lance). Fico chateado porque eu poderia ter dado o meu melhor, mas eu não estava apto. Mas creio que é passado. Tem que levantar a cabeça, tem muitas águas para rolar ainda”, falou.

Agora plenamente recuperado, Everton espera terminar 2018 em alta. Com 17 gols marcados no ano, ele é uma das esperanças do Grêmio na luta por uma vaga no G4.

“Eu tive um bom tempo de trabalho para retomar a forma física, com trabalhos específicos. Estou retomando aos poucos, porque, três semanas, é bem difícil, não são três dias”, completou.

Conteúdo publicado originalmente no site www.Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO GRÊMIO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Grêmio