(Foto: Lucas Merçon / Fluminense)

Confiante, Júlio César acredita em classificação e cita jogo contra o Nacional como exemplo

O revés por 2 a 0 sofrido para o Atlético-PR na última quarta-feira (8), em Curitiba, no primeiro duelo das semis da Copa Sul-Americana não abalou o goleiro Júlio César. De acordo com o camisa 22 do Fluminense, a classificação ainda é possível no Maracanã, ele citou o embate contra o Nacional como exemplo de superação para a remontada Tricolor.

Na fase anterior da competição, após um empate em 1 a 1 no Rio de Janeiro, o Fluminense bateu o Nacional, em pleno Grand Parque Central, em Montevidéu, e faturou a vaga para as semifinais.

QUER SABER MAIS SOBRE O FLUMINENSE? CLIQUE AQUI.

– Assim como nós batalhamos e chegamos ate aqui, e muita gente não acreditava que passaríamos pelo Nacional, acreditamos que podemos fazer contra o Atlético. Respeitando, valorizando que foram melhores que nós hoje, mas sabendo que temos condições de chegar no nosso estádio e reverter. São dois jogos ainda está tudo aberto. Como a torcida deles fez uma festa hoje, tenho convicção que nossa torcida vai lotar o Maracanã para nos apoiar e temos totais condições de reverter o resultado – afirmou o goleiro, que a exemplo dos outros companheiros, não abriu mão de falar da grama sintética da Arena da Baixada.

– Os dois tempos nós começamos bem, mas eles impõem um volume muito alto e intenso. Na minha opinião o gramado sintético faz muita diferença,sim. É uma questão muito prática, a velocidade muda totalmente. Tanto é que o Atlético tem no centro de treinamentos deles um campo próprio para treinar quando jogam em casa e outro para quando jogam fora. Mas não quero transformar isso em uma desculpa, dizer que perdemos por causa do gramado. Não vou tirar os méritos do Atlético – analisou Júlio César.

Conteúdo publicado originalmente no site www.Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO FLUMINENSE DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Fluminense