(Foto: Reprodução da Internet)

São Paulo é o time que mais empata no Brasileirão, e isso gera consequências

​Em 32 rodadas disputadas até aqui no Campeonato Brasileiro, ninguém empatou mais do que o ​São Paulo. Foram doze partidas nas quais o clube deixou o campo com um ponto conquistado. Porém, como todos falam na linguagem do futebol, há empates e empates. Alguns, diante das circunstâncias, foram considerados satisfatórios. Outros, tiveram sabor de derrota.

No primeiro turno, cinco jogos do Tricolor terminaram sem um vencedor. Logo na segunda rodada, o 0 a 0 fora de casa diante do Ceará, que vinha da Série B, não foi comemorado. No compromisso seguinte, novamente como visitante, o time vencia o Fluminense até os 43 minutos do segundo tempo, mas cedeu o 1 a 1 que também ficou “entalado”. Na sequência, a equipe precisou buscar o 2 a 2 contra o Atlético-MG, no Morumbi, e o resultado foi comemorado, semelhante ao que aconteceu na quinta rodada, em que o mesmo placar aconteceu na Fonte Nova, frente ao Bahia. Já o 0 a 0 com o Inter, diante do torcedor, na 10ª jornada, fez os são-paulinos perderem pontos importantes.

QUER SABER MAIS SOBRE O SÃO PAULO? CLIQUE AQUI.

Veio o returno e o número de empates aumentou. Logo na primeira partida, o 1 a 1 frente ao Paraná, mesmo longe da capital paulista, marcou o início da derrocada do São Paulo. Já na 22ª rodada, quando todos esperavam um triunfo sobre o Fluminense, Diego Souza foi expulso ainda no primeiro tempo e a equipe saiu atrás do placar. Por isso, o 1 a 1 acabou sendo bem recebido. O sentimento foi o mesmo no 0 a 0 com o Santos, na Vila Belmiro. No 1 a 1 com o América-MG, em casa, a frustração voltou a rondar o Morumbi. Mas, na 26ª rodada, dá para dizer que o 2 a 2 frente ao Botafogo, no Nilton Santos, ficou de bom tamanho pelo fato de o time ter estado duas vezes em desvantagem. Na 30ª rodada, o 0 a 0 diante do Atlético-PR, com o torcedor ao seu lado, fez com que o clube chegasse ao sexto jogo seguido sem vitórias. Para fechar, no último final de semana, a equipe ficou no 2 a 2 com o Flamengo, novamente no Cícero Pompeu de Toledo, mesmo após se colocar em duas oportunidades à frente no marcador.

Diante deste resumo, fica claro a razão pela qual existem empates e empates. Alguns ajudam em uma campanha, mas outros acabam tirando as chances de brigar pelo título de uma competição que requer, acima de tudo, regularidade.

Conteúdo publicado originalmente no site www.90min.com

RECEBA NOTÍCIAS DO SÃO PAULO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - São Paulo