(Foto: Reprodução da Internet)

Números ofensivos do Corinthians ajudam explicar má campanha no Brasileirão; confira

Na derrota para o Botafogo (1 a 0), no último domingo, no Nilton Santos, o Corinthians voltou a mostrar baixo poder de fogo no ataque. A equipe encerrou a partida com oito finalizações. O mandante teve quase o dobro (15), de acordo com o Footstats.

Um dos motivos para a má campanha no Brasileirão é justamente o fraco poderio ofensivo alvinegro.

QUER SABER MAIS SOBRE O CORINTHIANS? CLIQUE AQUI.

O Timão é o segundo time que menos finaliza (312), somente à frente do América-MG (290), que também luta contra a degola.

O alvinegro é o quarto time com menos finalizações certas da competição – 119, à frente apenas do já rebaixado Paraná (110), América-MG (106) e Chapecoense (102).

Com 32 gols em 32 rodadas disputadas, o Timão possui apenas o 11º melhor ataque. Para se ter uma ideia, Palmeiras e Flamengo, os mais positivos, têm 51 gols cada.

Em 12 dos 32 jogos, o Corinthians não balançou as redes – cinco deles sob o comando de Jair Ventura, que diante o Botafogo completou nove jogos no Brasileirão.

O meia Pedrinho, que tem alternado jogos como titular e reserva, é o corintiano que mais acertou finalizações – 16 no alvo.




Pegando como parâmetro todo o Brasileirão, o jovem é apenas o 37º colocado no fundamento.

Jair Ventura terá até a próxima sexta-feira para tentar minimizar os problemas ofensivos, já que no sábado, às 17h, a equipe tem o clássico contra o São Paulo, na Arena. O Timão ocupa apenas a 13ª colocação, com 39 pontos ganhos, cinco à frente do Vitória, o primeiro do Z-4.

Conteúdo publicado originalmente no site www.Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO CORINTHIANS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Corinthians