(Foto: Reprodução da Internet)

Hexa repercute de forma positiva em desempenho do Cruzeiro no Brasileirão

O título da Copa do Brasil tirou um peso das costas do ​Cruzeiro. Em uma temporada na qual o clube investiu pesado para conquistar grandes títulos, não atingir este objetivo seria considerado um fracasso. Assim, mesmo que o sonho da Libertadores tenha ficado no meio do caminho, o hexacampeonato repercutiu de forma positiva, também, no desempenho da equipe dentro do Campeonato Brasileiro.

Antes de erguer o troféu, a equipe mineira havia disputado 28 partidas e marcado 22 gols, o que dá uma média de apenas 0,78 por compromisso. Depois, vieram os jogos contra Chapecoense, Ceará, Paraná e América-MG. Nestes, foram oito bolas na rede, uma média de duas por duelo. Ou seja, o aproveitamento praticamente triplicou. Nesta sequência, a Raposa só não marcou na derrota por 2 a 0 para o Vozão. Em compensação, aplicou 3 a 0 nos catarinenses, 3 a 1 nos paraenses e 2 a 1 no rival mineiro, com destaque para o uruguaio De Arrascaeta, que comemorou em três oportunidades.

QUER SABER MAIS SOBRE O CRUZEIRO? CLIQUE AQUI.

No momento, o Cruzeiro ocupa a oitava colocação com 46 pontos. Sem qualquer risco de rebaixamento, mas também sem possibilidades de ser campeão, o clube quer subir o máximo possível na tabela para obter uma recompensa financeira maior. Lembrando que o time, em função da conquista do torneio de mata-mata, já tem vaga garantida à fase de grupos da Libertadores do ano que vem. No próximo final de semana, os comandados de Mano Menezes enfrentam o Atlético-PR, na Arena da Baixada.

Conteúdo publicado originalmente no site www.90min.com

RECEBA NOTÍCIAS DO CRUZEIRO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Cruzeiro