(Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG)

Denílson analisa seca de gols do Atlético-MG e reitera desejo de ser titular

O Atlético vive um momento turbulento no Campeonato Brasileiro e convive com a ameaça de perder a vaga para a próxima edição da Copa Libertadores da América. Entre os vários problemas está a falta de gols do ataque. Em entrevista coletiva, Denílson comentou sobre o momento e reiterou o desejo de ser titular para ajudar o Galo a sair dessa incômoda situação.

“Estou à disposição do Levir. Sei do problema dos gols e sei que essa situação que o Ricardo está passando poderia ser comigo. O Ricardo Oliveira é meu ídolo, mas estou aqui não para substituí-lo, mas sim para ajudar. De repente posso jogar ao lado dele como foi na última partida. Seja em qualquer posição, estou disponível para o que der e vier com o grupo até o final do Campeonato”, disse Denílson.

QUER SABER MAIS SOBRE O ATLÉTICO? CLIQUE AQUI.

Apesar de ser um dos nomes mais importantes da equipe, Ricardo Oliveira vive uma seca de gols que duram cinco jogos. Inclusive, o goleador foi às redes pela última vez na 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, quando o Galo goleou o Sport por 5 a 2, no estádio Independência.

Por outro lado, Denílson ainda persegue seu primeiro gol com a camisa do Alvinegro. Desde que chegou ao Atlético, o atacante foi acionado em sete oportunidades, sendo titular apenas no duelo diante da Chapecoense, na 28ª rodada do Campeonato Brasileiro.

No próximo domingo (11), o Atlético tem mais um importante compromisso pelo Brasileirão, pois recebe o líder Palmeiras às 17h, no estádio Independência, no duelo válido pela 33ª rodada da competição.

Conteúdo publicado originalmente no site www.Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO ATLÉTICO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Atlético-MG