(Foto: Ivan Storti / Santos)

Com melhor retrospecto na Vila do que no Pacaembu, Santos vive dilema em 2018

Em 2018, Santos vive dilema em relação aos jogos como mandante. Para aumentar a arrecadação, diretoria precisou transferir mais jogos para a Capital. No entanto, retrospecto na temporada é desfavorável.

Além disso, o debate também divide a torcida por conta dos baixos públicos frequentes na Vila Belmiro, que irritam os aficionados de São Paulo. Para quem é da Baixada, tirar o Santos de lá não é uma situação vista com bons olhos.

QUER SABER MAIS SOBRE O SANTOS? CLIQUE AQUI.

Em relação ao ano passado, o Peixe aumentou seu número de jogos no Pacaembu de nove para onze. A arrecadação e a média de público, de fato, aumentaram. O desempenho, porém, piorou consideravelmente. Vamos aos números:

2017 – seis vitórias e três empates (77,7% de aproveitamento)
2018 – três vitórias, seis empates e duas derrotas (45,5% de aproveitamento e apenas nove gols marcados até o momento)

Vale ressaltar que a partida de volta contra o Palmeiras pela semifinal do Paulistão não foi considerada. O Santos venceu por 2 a 1 no Pacaembu, mas o mando foi palmeirense.

O mau retrospecto culminou na troca de comando técnico durante a temporada atual. Cuca substituiu Jair Ventura no final de julho, e fez com que o Santos escapasse da luta contra o rebaixamento para brigar por uma vaga na Libertadores em 2019.

Apesar do desejo da diretoria e de grande parte da torcida, por diversas oportunidades os jogadores reiteraram que preferem atuar na Vila. Os números comprovam a vontade dos atletas. No ano, foram 19 partidas no estádio, com o aproveitamento beirando os 60%: dez vitórias, quatro empates e cinco derrotas, além de 32 gols marcados e 13 sofridos.

Em temporadas recentes, o desempenho em casa foi fundamental para o Santos. Como efeito de comparação, o clube teve 15 vitórias, três empates e apenas uma derrota ao longo do Brasileirão de 2015.

Números totais:

Por enquanto, 30 jogos como mandante em 2018

13 vitórias
10 empates
7 derrotas
41 gols marcados e 20 sofridos

Na próxima segunda-feira (12), o Alvinegro Praiano recebe a Chapecoense, às 20h, no Pacaembu. Para entrar no G-6 do Campeonato Brasileiro e melhorar o desempenho na Capital, a vitória seria fundamental. No momento, o Santos ocupa a 7ª posição com 46 pontos, a mesma pontuação do Atlético-MG, concorrente direto pela vaga na Libertadores do ano que vem.

Conteúdo publicado originalmente no site www.Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO SANTOS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Santos