(Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG)

Atlético-MG teve menos derrotas após a Copa apenas que as equipes que lutam para saírem do Z4

Desde que chegou ao Atlético, o técnico Levir Culpi não conseguiu vencer, mas mesmo antes da troca da comissão técnica, o Galo já dava sinais de uma brusca queda de rendimento. A prova disso é que no momento, a equipe sustenta o fraco aproveitamento de 38,3%, contabilizando apenas os embates após a Copa do Mundo.

Desde o retorno do Brasileirão após o recesso para a disputa da Copa, o Atlético foi a campo em 20 oportunidades, conquistando seis vitórias, cinco empates e nove derrotas. Para se ter uma ideia, apenas as equipes que lutam contra a despromoção para a Série-B contabilizam mais revezes que o Galo: Paraná, Chapecoense, Vitória, Sport, 20º, 19º, 17º e 16º colocados, respectivamente.

QUER SABER MAIS SOBRE O ATLÉTICO? CLIQUE AQUI.

Apesar do cenário adverso na temporada, em coletiva de imprensa, o colombiano Yimmi Chará mostrou otimismo meso com as dificuldades e a pressão que é cada vez maior.

“Sabemos que não é fácil reverter essa situação, mas temos que trabalhar e nos esforçar muito porque a equipe merece voltar a vencer e esperamos que isso aconteça já no próximo final de semana”, afirmou o atacante.

Na próxima rodada, o Atlético encara o Palmeiras, líder do Brasileirão. A partida está marcada para domingo (11), às 17h, no estádio Independência.

Confira as 10 equipes que mais perderam no Brasileirão após a Copa do Mundo

Paraná (20º) – 14 derrotas
Sport (16º) – 13 derrotas
Chapecoense (19º) – 10 derrotas
Vitória (17º) – 10 derrotas
Atlético (6º) – 9 derrotas
Botafogo (14º) – 9 derrotas
Corinthians (12º) – 9 derrotas
América (18º) – 8 derrotas
Fluminense (10º) – 8 derrotas
Vasco (13º) – 8 derrotas

Conteúdo publicado originalmente no site www.Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO ATLÉTICO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Atlético-MG