(Foto: Reprodução da Internet)

Entenda como Copa do Mundo ajuda Felipão no Palmeiras nesta reta final

Na manhã desta terça-feira, sem a presença da imprensa nem mesmo durante o aquecimento, o Palmeiras se reapresenta para iniciar pela primeira vez no ano uma semana pensando só no Campeonato Brasileiro. E a Copa do Mundo acabou sendo fundamental para Luiz Felipe Scolari ter chance de continuar alternando escalações, seu trunfo para manter o elenco motivado.

A disputa do Mundial na Rússia, entre junho e julho, obrigou a paralisação da competição nacional e, como compensação, as cinco próximas rodadas acontecerão em duas semanas. Uma maratona que dá a Felipão a oportunidade, e até a necessidade, de continuar rodando seu plantel.

QUER SABER MAIS SOBRE O PALMEIRAS? CLIQUE AQUI.

O Palmeiras inicia essa sequência enfrentando o Atlético-MG neste domingo, em Belo Horizonte. Depois, recebe o Fluminense, no dia 14, no Allianz Parque, visita o Paraná, no dia 18, joga novamente em casa diante do América-MG, no dia 21 ou 22, e vai ao Rio encarar o Vasco, no dia 24 ou 25 - a CBF ainda não definiu as datas dessas duas últimas rodadas. Descanso de uma semana só para a rodada final do Brasileiro, contra o Vitória, no dia 2, em São Paulo.

O curto intervalo entre as próximas cinco partidas, em um período da temporada no qual o desgaste do elenco já é dito com frequência pelos próprios jogadores, pode fazer Scolari alternar as escalações como fez de julho até agora. Podem reaparecer o time das Copas (Libertadores e Copa do Brasil) diferente do que joga o Brasileiro.

Essa alternativa seria útil, por exemplo, para continuar variando as duplas de zaga (Edu Dracena e Antônio Carlos ou Gustavo Gómez e Luan). Da mesma forma, pode jogar Mayke e Diogo Barbosa (que cumprem no domingo o último jogo de suspensão do STJD) ou Marcos Rocha (em recuperação de lesão) e Victor Luis nas laterais, Thiago Santos ou Felipe Melo na cabeça de área, Moisés ou Lucas Lima na armação e Deyverson ou Borja no ataque, entre outras opções, como no gol ou na escolha por Jean no meio-campo.

Contra o Atlético-MG, o Palmeiras já não poderá contar com os atacantes Willian, machucado, e Dudu, suspenso por acúmulo de cartões amarelos, e com o lateral-direito Mayke e o lateral-esquerdo Diogo Barbosa, ambos cumprindo a última partida de pena aplicada pelo STJD por conta da confusão ao final do jogo contra o Cruzeiro, em 26 de setembro, pela Copa do Brasil. E ainda fica a expectativa pelas condições físicas do lateral-direito Marcos Rocha e do meia-atacante Hyoran, que já treinaram no campo na semana passada.

Com esse cenário, o Verdão tenta garantir o título. A equipe lidera o Campeonato Brasileiro com 66 pontos, cinco à frente do Inter, segundo colocado. Faltam seis rodadas para terminar a competição nacional, torneio que sobrou para o clube, vice-campeão paulista e semifinalista de Copa do Brasil e Libertadores, terminar a temporada com uma conquista.

Conteúdo publicado originalmente no site www.Lance.com.br

RECEBA NOTÍCIAS DO PALMEIRAS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Palmeiras