(Foto: Reprodução da Internet)

Advogado do Grêmio cita gol qualificado e vê 'ironia' da Conmebol: "O River se classificou pelo regulamento"

Um dos principais defensores do Grêmio no caso Conmebol, o advogado Leonardo Lamachia avaliou que o clube “saiu maior desse processo todo”. Em entrevista à RDCTV, ele ainda viu uma certa ironia da entidade, já que o River Plate também se classificou via regulamento.

Ele lembra que, no agregado dos dois jogos, houve empate em 2×2 – na ida, na Argentina, o Grêmio venceu por 1×0 e perdeu a vaga na Arena por 2×1. O regulamento da Libertadores nesta fase ainda estipula o saldo qualificado, que premia quem marca gols fora de casa.

QUER SABER MAIS SOBRE O GRÊMIO? CLIQUE AQUI.

“Sempre é bom resolver no campo. Efetivamente, a melhor solução está dentro das quatro linhas. Só que o que aconteceu entre Grêmio x River Plate na semifinal da Libertadores foi um empate em 2×2. O River se classificou porque se utilizou de um dispositivo do regulamento que previa o saldo qualificado. Portanto, a classificação partiu do regulamento de disciplina da Conmebol. O que o Grêmio fez foi pleitear junto ao tribunal também a aplicação de um dispositivo do regulamento”, disse Lamachia.

Para ele, o tricolor não fez “mimimi”, nem “chororô” e respeitou o resultado de campo:

“O Grêmio, independentemente do resultado, saiu muito maior desse processo todo. E saiu maior porque defendeu de forma legítima os seus direitos. O Grêmio não fez mimimi, não fez chororô, respeitou o resultado de campo e não tocou em nenhum aspecto referente ao campo. A questão do clube foi no que tange ao cumprimento do regulamento”.

Conteúdo publicado originalmente no site www.Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO GRÊMIO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Grêmio