(Foto: Reprodução da Internet)

Sob risco? Corinthians tem campanha semelhante ao ano do rebaixamento; compare

Após vencer o Bahia por 2 a 1 em Itaquera, o ​Corinthians viajou ao Rio de Janeiro de "peito estufado", com moral para encarar mais um dos adversários diretos que ocupa a parte baixa da tabela. No entanto, o enredo no Nilton Santos não foi aquele que o atual campeão esperava: 1 a 0 para o Botafogo, gol único de Rodrigo Lindoso ainda no primeiro tempo.

​​O revés fez com que Alvinegro Paulista se despedisse da 32ª rodada do Brasileirão com apenas 39 pontos somados, campanha bem semelhante ao ano do rebaixamento (2007). O ​UOL Esportes comparou as duas trajetórias, com o agravante da 'nota de corte' daquele ano ter sido bem superior ao que se projeta neste Brasileirão de 2018. Confira os números:

QUER SABER MAIS SOBRE O CORINTHIANS? CLIQUE AQUI.

2007 - 32 Partidas - 9 Vitórias - 38 Pontos somados - 17º Posição
2018 - 32 Partidas - 10 Vitórias - 39 Pontos somados - 11º Posição

As estatísticas negativas não param na comparação entre 2007 e 2018. O placar negativo diante do Botafogo sacramentou a 25ª derrota do Corinthians na temporada, igualando sua pior marca neste século (2003 e 2006). Um novo revés ao longo das últimas seis rodadas do Brasileirão consolidará 2018 como o pior do clube paulista em placares adversos.

Apesar dos números assustadores, o discurso no Parque São Jorge é de serenidade e rechaço à qualquer alarmismo: "No dia 2 de dezembro, quando terminar a partida contra o Grêmio, vamos ver onde vamos chegar. O Corinthians não pode nunca olhar para baixo", afirmou Jair Ventura, em coletiva pós-jogo.

Nos últimos 13 jogos, recorte equivalente à chegada do novo comandante, o Corinthians somou apenas três triunfos. Nos próximos seis, precisará de duas vitórias para afastar matematicamente qualquer chance de queda. Cenário preocupante, dissonante da 'calmaria' nos bastidores alvinegros.

Conteúdo publicado originalmente no site www.90min.com

RECEBA NOTÍCIAS DO CORINTHIANS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Corinthians