(Foto: Reprodução da Internet)

Caso Gallardo: Grêmio sinaliza apelação e faz 'exigência' à Conmebol

​Insatisfeito com a decisão de não excluir o River Plate da Libertadores, o Grêmio está determinado a levar o caso até às últimas consequências, apesar de estar ciente de que não há possibilidade de alteração na final do torneio continental. Aos olhos do clube, seguir em reivindicação é o único modo de marcar posição diante dos mandos/desmandos da Conmebol.

​​De acordo com o ​UOL Esportes, o departamento jurídico gaúcho demandará formalmente, nesta segunda-feira (5), o acesso integral aos fundamentos da decisão tomada pelo Tribunal Disciplinar da Conmebol, para que o clube brasileiro possa montar e embasar a apelação que será encaminhada à Câmara de Apelações da entidade.

QUER SABER MAIS SOBRE O GRÊMIO? CLIQUE AQUI.

Ao que tudo indica, o Comitê Disciplinar usou a regra da 'estabilidade de competições' (pro Competitione) para não sentenciar o River à exclusão, seguindo a orientação da FIFA de mudar o resultado de campo apenas em casos extremos, como corrupção. No entanto, o mesmo critério não foi adotado no julgamento do 'caso Sánchez', em agosto, envolvendo o Santos.

O Grêmio tem até sete dias para enviar o recurso, que terá como principal objetivo conseguir aumentar a pena de Marcelo Gallardo e responsabilizar o River Plate enquanto clube, o que não aconteceu na sentença de quatro jogos de gancho e multa direcionadas ao treinador argentino. Na perspectiva do Tricolor, o River deu aval e suporte para que o comandante descumprisse a suspensão e, consequentemente, o regulamento.

Conteúdo publicado originalmente no site www.90min.com

RECEBA NOTÍCIAS DO GRÊMIO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Grêmio