(Foto: Reprodução da Internet)

Arma 'secreta' de Felipão coloca Palmeiras um passo mais perto do título

No último sábado (3), ​o Palmeiras conseguiu uma importantíssima vitória por 3 a 2 diante do Santos, em uma das partidas teoricamente mais complicadas da tabela alviverde nesta reta final de Brasileirão. Com o desenrolar das partidas de domingo, o triunfo no Allianz Parque se mostrou ainda mais valioso, garantindo um pontinho a mais de vantagem ao clube paulista na corrida pelo título nacional.

​​Para que a crucial vitória no clássico fosse possível, uma marca característica dos trabalhos de Felipão se fez valer: a cobrança de falta direta. Como destaca o ​UOL Esportes, o experiente treinador é um entusiasta das bolas paradas, e teve essa 'arma secreta' como fundamento importante em todas as suas passagens pela Academia de Futebol. Entre 1997 e 2000, sua primeira experiência no clube, os batedores oficiais eram os craques Alex e Arce. Entre 2010 e 2012, a incumbência era de Marcos Assunção, exímio cobrador.

QUER SABER MAIS SOBRE O PALMEIRAS? CLIQUE AQUI.

Diferentemente das duas primeiras passagens, Felipão ainda não tem um 'especialista' neste fundamento dentro do atual elenco, mas segue encorajando suas referências técnicas aos treinamentos e ocasiões de jogo. Lucas Lima, Dudu e Victor Luís têm praticado exaustivamente, com a recompensa vindo para o lateral-esquerdo neste fim de semana. Foi dele o terceiro gol no clássico, que selou o 3 a 2 no marcador. Outro postulante às cobranças de falta é Gustavo Scarpa, cobrador oficial nos tempos de Fluminense.

Ao todo, o Palmeiras já anotou três gols de falta neste Brasileirão, através de três cobradores diferentes: Bruno Henrique, Lucas Lima e Victor Luís. Antes desta edição do Nacional, o Verdão acumulava três anos de jejum em cobranças diretas de falta.

Conteúdo publicado originalmente no site www.90min.com

RECEBA NOTÍCIAS DO PALMEIRAS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Palmeiras