(Foto: Reprodução da Internet)

River promete recorrer da punição, e dirigente do Grêmio se revolta: "É o supremo deboche"

Pode até parecer ironia, mas o River Plate está insatisfeito com a punição recebida e planeja recorrer da pena imposta pela Conmebol. O arrastado julgamento do recurso apresentado pelo Grêmio teve como resultado quatro jogos de suspensão ao técnico Marcelo Gallardo e multa de 50 mil dólares.

Por parte do Grêmio, o vice-jurídico Nestor Hein, que mergulhou a fundo no caso, demonstrou imensa revolta com a situação. Ele concedeu entrevista à Rádio Bandeirantes neste domingo:

QUER SABER MAIS SOBRE O GRÊMIO? CLIQUE AQUI.

“Tudo isso virou um supremo deboche, porque o River vai recorrer da punição de 50 mil dólares”, comentou. “O presidente Romildo vai retirar a assinatura que fez com a Conmebol antes das semifinais. Fizemos a nossa parte”.

Hein não demonstrou muito entusiasmo com a possibilidade de o Grêmio apresentar ainda um último recurso.

“Nós vamos recorrer, mas esse recurso não terá efeito nenhum. Vamos fazer o recurso só para constar, mesmo sabendo que ele vai parar na lata do lixo”.

O recurso do Grêmio estava baseado nas irregularidades cometidas por Gallardo na Arena, na última terça-feira. Suspenso, ele violou as regras ao descer ao vestiário no intervalo e utilizar um aparelho comunicador. Garantido na decisão da Libertadores, o River vai enfrentar o superclássico diante do Boca Juniors.

Conteúdo publicado originalmente no site www.Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO GRÊMIO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Grêmio