(Foto: Reprodução da Internet)

Bolzan confia que Grêmio poderá jogar a final da Libertadores: "Chega de esperteza e malandragem"

Acompanhado dos advogados do próprio clube, o presidente gremista Romildo Bolzan concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira onde, além de detalhar toda a ação do Grêmio contra a quebra de conduta do técnico Marcelo Gallardo, do River Plate, demonstrou otimismo na possibilidade do tricolor obter a reversão de pontos e, assim, ir à final da Libertadores pelo segundo ano seguido.

A cúpula gremista havia viajado na quarta-feira à sede da Conmebol para apresentar sua demanda e protocolar o pedido de reversão do placar da última terça, quando o River Plate virou no segundo tempo por 2×1, na Arena. O Grêmio baseia-se nos atos de Gallardo, que, suspenso, desceu ao vestiário no intervalo para conversar com seus jogadores e também foi flagrado utilizando equipamentos de comunicação durante a partida.

QUER SABER MAIS SOBRE O GRÊMIO? CLIQUE AQUI.

“O que aconteceu aqui foi a infringência do regulamento do Código Disciplinar da Conmebol. O técnico do River estava suspenso e participou da partida, com a conivência, concordância, planejamento, com tudo patrocinado pelo River Plate. O River tinha time para ganhar de nós. E não precisava de utilizar de todo esse aparato para estabelecer essa disputa conosco. Nós ganhamos deles lá, eles ganharam da gente aqui, mas não precisava dessa malandragem, dessa esperteza nada sadia que eles fizeram”, destacou Bolzan.

O mandatário deixou claro que a demanda do Grêmio tem enfoque apenas na conduta do treinador rival, deixando de lado os episódios de campo, como por exemplo o uso do VAR durante o jogo.

“O que está em jogo aqui são valores muito mais profundos que o resultado de campo. O que está em jogo é a integridade do futebol, a moralidade do futebol. É não ser esperto, não ser malandro, não meter um boné na cabeça para não ser reconhecido e transgredir. O que está em jogo é a honra do campeonato, da própria Conmebol”, acrescentou.

Baseado em precedentes de escalação irregulares e punições como nos casos recentes de Chapecoense e Santos, em que pese o fato de terem sido jogadores, o Grêmio se mostra otimista com relação à possível reversão de pontos. O recurso será julgado na tarde de sábado, pelo Tribunal de Penas da Conmebol.

Conteúdo publicado originalmente no site www.Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO GRÊMIO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Grêmio