(Foto: Reprodução da Internet)

Presidente da Conmebol responde reclamação do Grêmio no Twitter

Após a eliminação nas semifinais da Libertadores para o River Plate, o Grêmio avisou que irá à Conmebol pedir a eliminação do time argentino da Libertadores na partida da última terça-feira (30) em sua Arena. E o presidente da Confederação Sul-Americana, Alejandro Domínguez, respondeu no Twitter.

O dirigente máximo da entidade postou uma mensagem em sua rede social na qual afirmou sem ‘bem-vinda’ a presença gremista na Conmebol. No entanto, alertou que qualquer tipo de reclamação deverá ser feita juntamente à Unidade Disciplinar da entidade.

QUER SABER MAIS SOBRE O GRÊMIO? CLIQUE AQUI.

“O Grêmio, como qualquer clube, sempre será bem-vindo na presidência da Conmebol. Mas qualquer reivindicação deve ser apresentada perante a Unidade Disciplinar no tempo e forma contemplados pelo regulamento será de competência exclusiva do Tribunal Disciplinar”, declarou Domínguez.

A principal reclamação do Grêmio tem a ver com o técnico Marcelo Gallardo. Suspenso da partida, o treinador do River esteve nos vestiários do time antes do jogo e por se comunicar por rádio com seu auxiliar, o que é ilegal. O Tricolor estaria disposto a pedir a expulsão dos Millonarios da Libertadores pelo descumprimento da regra.

A arbitragem da partida da última terça-feita também foi cercada de polêmica. Em especial, o lance do gol de empate do River, no qual Borré aparece ajeitando a bola com o braço. O lance não foi revisado pelo árbitro de vídeo no momento em que aconteceu.

Conteúdo publicado originalmente no site www.Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO GRÊMIO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Grêmio