(Foto: Vitor Silva / Botafogo)

Contra o rebaixamento, Botafogo minimiza histórico no Brasileirão

Se repetir o desempenho que teve nas sete rodadas finais do primeiro turno, o Botafogo tem grandes chances de ser rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro. Com 35 pontos, o campeão carioca tem apenas um de vantagem para a Chapecoense, que abre a zona da degola.

O time, no primeiro turno, foi derrotado por 2 a 0 por Flamengo e Corinthians, por 3 a 0 pelo Internacional e pelo Atlético-MG. Dos rivais que estão por vir, empatou sem gols com Santos e por 1 a 1 com o Paraná Clube, vencendo apenas a Chapecoense, por 2 a 1.

QUER SABER MAIS SOBRE O BOTAFOGO? CLIQUE AQUI.

Se os resultados se repetirem, fará apenas quarenta pontos, cinco a menos do que o número tratado como mágico pelos matemáticos para escapar do rebaixamento. Apesar disso, os jogadores minimizam o histórico e pensam apenas no duelo do próximo domingo, às 17h00 (horário de Brasília), contra o Corinthians, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ).

“Nós entendemos que são jogos diferentes e que agora temos que ganhar de qualquer maneira. Não podemos ficar pensando no que aconteceu antes e manter o foco sempre no jogo que está por vir. Respeitamos todos os adversários que teremos pela frente nesta reta final de segundo turno, até porque agora os jogos são ainda mais complicados, com todos lutando por algum objetivo. O que trato como fundamental é sempre mantermos a concentração. Cada jogo é realmente uma decisão na busca pela pontuação que precisamos para não corrermos mais riscos dentro do Campeonato Brasileiro”, disse o atacante Brenner.

O zagueiro Igor Rabello pensa de maneira parecida. “Não pensamos no que aconteceu, apenas tiramos algumas lições que podem ser assimiladas. O pensamento está voltado sempre para o próximo compromisso e para a nossa necessidade de somar pontos”, afirmou o “General”.

O elenco, que participou de um treino regenerativo nesta terça-feira, volta a trabalhar na quarta pela manhã, quando o técnico Zé Ricardo vai começar a projetar a escalação para o choque contra o Corinthians. Ele não poderá contar com o zagueiro Marcelo Benevenuto e nem com o meia Luiz Fernando, suspensos por acúmulo de cartões amarelos, e nem com o zagueiro Yago, o lateral-esquerdo Moisés e o volante Jean, jogadores que foram emprestados pelo Timão e por vínculo contratual estão impedidos de irem a campo.

Conteúdo publicado originalmente no site www.GazetaEsportiva.com

RECEBA NOTÍCIAS DO BOTAFOGO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Botafogo