(Foto: Reprodução da Internet)

Técnico e companheiros mais jovens exaltam papel de Danilo no Timão

Em 2018, Danilo atuou apenas 13 vezes, sendo uma como titular. No último sábado, ele entrou no segundo tempo e marcou os dois gols da vitória do ​Corinthians sobre o Bahia, em Itaquera, o que deu à equipe um respiro na tabela do Campeonato Brasileiro. Mesmo aos 39 anos, o jogador é visto internamente como um exemplo a ser seguido. Mesmo pouco aproveitado, em nenhum momento deixou de demonstrar aplicação nos treinos e comprometimento com a causa alvinegra.

Em determinados momentos da temporada, ficou de fora até dos coletivos entre titulares e reservas. Mas nem isso tirou a determinação do meia. Com seriedade, quando necessário, se colocou até entre os jovens da base para trabalhar. Sem esquecer que, quase que diariamente, fica realizando abdominais, sozinho, após o término das atividades. O reconhecimento de seu papel vem, até, por parte de quem chegou há pouco ao clube.

QUER SABER MAIS SOBRE O CORINTHIANS? CLIQUE AQUI.

“O Danilo é um espelho para nós, mais jovens. Você chega no Corinthians e tem ele, o Sheik, o Cássio. Caras multicampeões", destacou Mateus Vital, meio-campista que chegou a São Paulo no início da temporada.

A postura discreta, sem reclamar do fato de não estar na linha de frente, também é valorizada.

“Ele foi sempre a mesma pessoa, profissional ao extremo, e os mais jovens sentem isso. Você olha para o lado e vê um Danilo esperando uma oportunidade”, definiu o técnico Jair Ventura.

Embora o jogador deseje uma renovação contratual por mais um ano antes de se aposentar, a decisão sobre o seu futuro será tomada somente após o término do Brasileirão. A direção, a princípio, só aceitará mantê-lo no plantel caso ocorra uma considerável redução salarial.

Conteúdo publicado originalmente no site www.90min.com

RECEBA NOTÍCIAS DO CORINTHIANS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Corinthians