(Foto: Reprodução da Internet)

Sánchez não abre mão do Uruguai e Santos fica 'refém'

Carlos Sánchez não abrirá mão da convocação do Uruguai para os amistosos contra Brasil, em Londres, e França, em Paris, nos dias 16 e 20 de novembro.

Diferentemente dos jogos contra Coreia do Sul e Japão, na Ásia, Sánchez faz questão de atuar pela Celeste por conta da grandeza das partidas. Diante disso, só cabe ao Santos torcer.

QUER SABER MAIS SOBRE O SANTOS? CLIQUE AQUI.

O técnico Oscar Tabárez deve cortar dois dos 25 convocados nos próximos dias. Se Sánchez for mantido, ficará, provavelmente, fora de três rodadas do Campeonato Brasileiro: Flamengo (fora, dia 15), América (fora, dia 18) e Botafogo (casa, dia 21).

Por ser Data FIFA, o Peixe não pode exigir a dispensa junto à Federação Uruguaia. Arrascaeta, por exemplo, teve que viajar de volta um dia antes da final da Copa do Brasil pelo Cruzeiro contra o Corinthians.

Sem Sánchez, o Santos tem várias opções: escalar Rodrygo no meio-campo e abrir Derlis González ou Arthur Gomes, Bryan Ruiz em formação mais ofensiva ou algo mais conservador, com Renato e Yuri mais recuados.

Conteúdo publicado originalmente no site www.GazetaEsportiva.com

RECEBA NOTÍCIAS DO SANTOS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Santos