(Foto: Reprodução da Internet)

De volta? Santos vê negócio complexo, mas sonha em repatriar 'menino da Vila'

Apesar do grande investimento feito para o setor na última janela de transferências, com a contratação de três estrangeiros renomados, o ​Santos ainda não está satisfeito com o seu meio-campo. Para 2019, José Carlos Peres já tem um nome importante em mente, contudo, a negociação é apontada como 'praticamente impossível' nos bastidores alvinegros.

​​De acordo com o ​UOL Esportes, é desejo do mandatário repatriar o jovem Thiago Maia, que atualmente defende o Lille, da França. Mas a transação é considerada improvável por variados motivos: além do Peixe ter uma dívida ativa milionária junto ao atleta, o clube francês trata o brasileiro como peça importante, o que praticamente exclui qualquer possibilidade de empréstimo sem compensação financeira. Vale lembrar que o Lille fez um alto investimento para a contratação do meia, pagando ‎€14 milhões ao Santos em 2017.

QUER SABER MAIS SOBRE O SANTOS? CLIQUE AQUI.

Peres não vê a dívida como grande impedimento, apesar do Peixe já ter sido notificado judicialmente. Aos olhos do presidente, um arranjo mensal poderia ser feito caso o atleta retornasse à Vila: "Fomos notificados sobre Thiago Maia. A dívida era de R$ 10 milhões, foi corrigida para R$ 13 milhões e me falaram que agora são R$ 18 milhões. O Santos fará acordo. Se acertarmos com ele para vir, parcelamos e parcelamos e pagamos. Se não acertarmos, pagaremos, também. Podemos pagar dívida mais o salário", afirmou.

Apesar de não ser titular absoluto no Lille, fontes próximas confirmam que o atleta está adaptado ao futebol francês e não planeja retornar tão cedo ao Brasil. Mais um fator que aumenta a complexidade da negociação.

Conteúdo publicado originalmente no site www.90min.com

RECEBA NOTÍCIAS DO SANTOS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Santos