(Foto: Reprodução da Internet)

Antes da aposentadoria, Sheik tem missão de "honra" com a camisa do Timão

Faltam oito jogos para o término da participação do ​Corinthians no Campeonato Brasileiro. Serão, também, os últimos oito jogos oficiais da carreira de Emerson Sheik. Seis anos após ser protagonista na conquista da Libertadores da América, ele tem outra missão importante: ajudar o clube a espantar qualquer risco de rebaixamento.

Recontratado no início da temporada, foi recebido sob desconfiança por conta da idade avançada. Dali em diante, participou de 36 partidas, sendo apenas dez como titular. Agora, conquistou de vez a confiança de Jair Ventura e tem tudo para começar um duelo pela quarta vez consecutiva, algo que ainda não aconteceu em 2018. Com papel importante dentro e fora das quatro linhas, ajudou na conquista do Campeonato Paulista e tem recebido atenção especial da comissão técnica nos trabalhos do dia a dia. Nesta semana, por exemplo, foi a campo somente a partir de quarta-feira, tendo realizado atividades internas nos dias anteriores.

QUER SABER MAIS SOBRE O CORINTHIANS? CLIQUE AQUI.

Sheik está em sua terceira passagem pelo Corinthians e acumula sete títulos, sendo uma Libertadores (2012), um Mundial de Clubes (2012), uma Recopa Sul-Americana (2013), dois Brasileirões (2011 e 2015) e dois Estaduais (2013 e 2018). Com 36 pontos, ​o Timão ocupa a 12ª colocação na tabela e recebe o Bahia, neste sábado. O Tricolor está logo à frente dos paulistas, com 37 pontos. Ou seja, a vitória é tratada como obrigatória em Itaquera. E o atacante vê esta como uma oportunidade de ouro para contribuir com a equipe e, ao mesmo tempo, evitar a entrada de uma mancha em seu histórico pelo Timão.

Conteúdo publicado originalmente no site www.90min.com

RECEBA NOTÍCIAS DO CORINTHIANS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Corinthians