(Foto: Reprodução da Internet)

Rodrigo Caetano nega que tenha iniciado briga com árbitro: "Não o chamei de safado"

Rodrigo Caetano, diretor de futebol do Internacional, entrou ao vivo durante o FOX Sports Rádio desta terça-feira, e esclareceu a confusão que teve com o árbitro Ricardo Marques Ribeiro, após o empate por 2 a 2, diante do Santos, no Beira-Rio. O dirigente se defendeu e disse que em nenhum momento ofendeu o comandante da partida, que se mostrou muito exaltado em gravações amadoras da área interna do estádio.

“Eu rechaço sim a palavra que ele utiliza. Em momento nenhum chamei ele de safado. Não faria isso com ele e com ninguém. Tenho até no meu modo de ver ele como um dos bons árbitros do futebol brasileiro, mas ontem acho que ele passou por aquela zona mista muito alterado, acredito que devido também pelo episódio que se passou dentro do campo”, disse o dirigente colorado.

QUER SABER MAIS SOBRE O INTERNACIONAL? CLIQUE AQUI.

“Como eu faço sempre estava esperando os jogadores do Inter chegarem, quando na chegada dele (árbitro), viu que nós estávamos ali, parou e começou a interpelar o porquê estávamos ali e foi aí que houve uma reclamação em relação ao lance e ele se alterou de forma que eu não havia visto ainda e gerou aquela discussão. Vou me defender até a última instância na esfera esportiva, sobre este tipo de acusação que ele fez na súmula”.

Na oportunidade, o sexteto de arbitragem levou quase sete minutos para invalidar um gol anotado por Leandro Damião. Ao final, o empate por 2 a 2 com o Santos deixou o Internacional um ponto mais distante do Palmeiras e uma posição abaixo do Flamengo na briga pelo título brasileiro.

Conteúdo publicado originalmente no site Fox Sports

RECEBA NOTÍCIAS DO INTERNACIONAL DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Internacional