(Foto: Vitor Silva / Botafogo)

Com a força do Niltão para se afastar da zona de risco

O Botafogo conta com o bom desempenho no Estádio Nilton Santos para deixar cada vez mais distante o perigo de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Atualmente, com 9% de risco de queda para a Série B, segundo o site Infobola, do matemático Tristão Garcia, o time ocupa o 12º lugar na tabela, com 35 pontos, quatro acima do Ceará, o primeiro time no Z-4.

Jogando em casa, o Alvinegro tem seis vitórias, sete empates e uma derrota (3 a 0 para o Atlético-MG), com aproveitamento de 59,5% dos pontos disputados. No entanto, em relação aos 35 que acumula no Brasileiro, esse índice é bem mais significativo: representa 71%.

QUER SABER MAIS SOBRE O BOTAFOGO? CLIQUE AQUI.

Até o fim da competição, o Glorioso ainda fará cinco partidas como mandante. Além do Bahia, amanhã, às 16h, terá pela frente os compromissos diante de Corinthians, Flamengo, Internacional e Paraná. Ou seja, os comandados do técnico Zé Ricardo têm a possibilidade de salvar o clube sem nem sequer precisar mais pontuar longe do Rio.

Se mantiver a média alcançada até aqui no Nilton Santos, o time vai somar de oito a nove pontos, chegando a 43 ou 44. De acordo com Tristão Garcia, qualquer clube fica 100% livre da ameaça de rebaixamento à Segunda Divisão com 46.

No entanto, um levantamento do site 'Globoesporte.com', mostra que dez times já se salvaram com pontuação igual ou inferior a 44 nos últimos dez anos: Vitória (43) em 2017; Figueirense (43) e Coritiba (44) em 2015; Palmeiras (40) e Chapecoense (43) em 2014; Cruzeiro (43) em 2011; Atlético-GO (42), Avaí (43) e Flamengo (44) em 2010; e Náutico (44) em 2008.

Por outro lado, mesmo não sendo uma prática comum, dois clubes já foram rebaixados no Campeonato Brasileiro com um somatório de pontos maior ou igual a 44: Figueirense (44) em 2008 e Coritiba (45) na temporada seguinte.

ERIK FAZ MISTÉRIO SOBRE RETORNO

O atacante Erik confia no bom retrospecto do time no Nilton Santos para sair com os três pontos diante do Bahia, adversário direto na briga para fugir da degola. Ele destacou que não perdeu no estádio. "É mais uma decisão para mim aqui. Fico feliz por ver a evolução da equipe e a minha. Claro que nem em todos os jogos vou atingir um bom nível".

Erik não revelou se voltará ao time titular ou se Pimpão vai começar a partida: "Não tem nada definido ainda". Sobre o fato de ter ficado no banco contra o Ceará, minimizou. "Já não sou mais uma promessa que está surgindo da base. Tenho certa bagagem, profissionalismo. O Zé (Ricardo) é muito competente e sabe o que está fazendo".

Se não poderá contar com Carli e Matheus Fernandes, que levaram o terceiro amarelo, o treinador terá o lateral Marcinho, que volta de suspensão, e o volante Jean, recuperado de lesão.

Conteúdo publicado originalmente no site O Dia

RECEBA NOTÍCIAS DO BOTAFOGO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Botafogo