Palmas para Felipão! Técnico consegue recuperar protagonismo de Lucas Lima

(Foto: Reprodução da Internet)

Sob o comando de Luiz Felipe Scolari, enquanto se mantém vivíssimo na briga pelo título da Libertadores, o ​Palmeiras também alcançou a liderança do Campeonato Brasileiro. Mesmo atuando com um time alternativo por conta do excesso de compromissos, o Verdão inicia a sequência final de dez rodadas do Nacional como favorito à conquista. E um dos grandes méritos do treinador foi ter recuperado o futebol de Lucas Lima.

Embora seja reserva de Moisés, ele ganhou status de jogador decisivo. Em relação ao que pedia Roger Machado, antigo treinador, tem menos restrição de movimentação, ou seja, pode circular por todo o campo e encostar nos volantes para iniciar as ações ofensivas, algo que ele sempre gostou de fazer. Soma-se a isso o incentivo (que já vinha desde o início do ano, diga-se de passagem), para entrar mais na área e finalizar a gol.

QUER SABER MAIS SOBRE O PALMEIRAS? CLIQUE AQUI.

“O Felipão faz a bola passar mais por mim. Ele gosta que, quando eu esteja em campo, receba mais a bola. Ele sempre pede para os companheiros me procurarem, para o jogo estar sempre passando por mim”, destacou o atleta.

Além disso, Lucas Lima vive uma temporada “artilheira”. Com sete bolas na rede, já superou as marcas dos quatro anos em que vestiu a camisa do Santos - foram cinco gols em 2014, seis em 2015, cinco em 2016 e três em 2017. O jogador ainda chama atenção por sua disposição sem a bola no pé. Na vitória sobre o São Paulo no último sábado, por exemplo, cumpriu importante função defensiva pelo lado esquerdo. Sem a posse, normalmente sua principal função é ajudar a pressionar a saída adversária e, juntamente com Deyverson, fechar os espaços dos volantes. E como vem cumprindo bem este papel, não é à toa que a torcida, após momentos de forte cobrança, voltou a exaltá-lo.

Conteúdo publicado originalmente no site 90min

RECEBA NOTÍCIAS DO PALMEIRAS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!