Imbróglio coloca empresário de Lucas Lima e Neymar pai em lados opostos

(Foto: Reprodução da Internet)

Já vai quase um ano que Lucas Lima deixou o ​Santos, depois de frustradas tentativas para renovação do vínculo e permanência com base em um plano de carreira, e assinou contrato com o ​Palmeiras. No entanto, premiações devidas pelo Peixe ao atleta referente ao período entre 2015 e 2016 deram origem a um imbróglio que possui diversas partes envolvidas.

Edson Khodor, empresário do atleta, cobra na Justiça R$ 735 mil referentes a metas atingidas pelo profissional dentro das quatro linhas, como a conquista de uma vaga no G-4 do Campeonato Brasileiro e classificações para as fases decisivas do Campeonato Paulista. Porém, o Alvinegro apresenta como defesa uma carta do próprio meio-campista desautorizando este repasse, que seria indevido e deveria ser pago diretamente ao atleta. Quem assina o documento é Gustavo Xisto, advogado de Lucas Lima e braço direito de Neymar pai, que em tese seria parceiro da Khodor na gestão da carreira do profissional.

QUER SABER MAIS SOBRE O PALMEIRAS? CLIQUE AQUI.

Pessoas ligadas à N & N Consultoria não falam em ruptura com Khodor e negam uma aproximação com o Santos. Por sua vez, o proponente da ação diz que está buscando os direitos previstos em contrato e que tão logo receba, repassará ao jogador o que for de direito. A negociação que envolveu a saída de Lucas Lima da Vila Belmiro teve participação fundamental de Neymar pai. Recentemente, mesmo que o clube ainda deva verbas rescisórias, foi feito um acordo para o pagamento referente a uma dívida de direitos de imagem atrasados.

Conteúdo publicado originalmente no site 90min

RECEBA NOTÍCIAS DO PALMEIRAS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!