Concorrência no Santos! Zagueiro mais valorizado do elenco não tem retorno garantido

(Foto: Reprodução da Internet)

Na última janela de transferências internacionais, o ​Santos bateu pé e não vendeu Lucas Veríssimo. Até a Juventus, da Itália, esteve de olho no jogador, mas o clube recusou propostas que chegaram a 7 milhões de euros e pediu 10 milhões de euros para liberar o atleta. Mas agora, mesmo que seja o defensor mais valorizado do grupo, ele está sem a garantia de que irá retornar à equipe.

Após se recuperar de uma lesão muscular na coxa esquerda que o afastou dos gramados desde 28 de agosto e voltar aos treinamentos, o zagueiro deve ser relacionado para o clássico de sábado, contra o Corinthians, no Pacaembu, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Porém, é possível que fique no banco de reservas devido à forte concorrência e o bom momento dos demais atletas do setor. Gustavo Henrique, por exemplo, era pouco utilizado por Jair Ventura, mas virou o zagueiro que mais atuou desde a chegada do técnico Cuca. Foram 15 aparições e, nos últimos dez jogos em que esteve em campo, o time só tomou um gol.

QUER SABER MAIS SOBRE O SANTOS? CLIQUE AQUI.

Já Luiz Felipe, que era titular em 2016, ressurgiu com o novo treinador depois de passar por uma cirurgia ligamentar. Das sete partidas disputadas até aqui no Campeonato Brasileiro, apenas uma não foi sob o comando de Cuca. Por sua vez, Robson Bambu se tornou uma das grandes surpresas do Peixe nos últimos tempos. A arrancada do clube no segundo turno do Brasileirão coincide com a sua titularidade. Dos oito jogos que realizou na competição, foram somente três gols sofridos. Além disso, a equipe saiu de campo sem ser vazada em seis oportunidades. Ou seja, está colocada uma briga por posição. E todos, a princípio, possuem predicados para ocupar uma vaga.

Conteúdo publicado originalmente no site 90min

RECEBA NOTÍCIAS DO SANTOS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!