Antônio Carlos coloca Palmeiras como o 'time a ser batido' no Brasileirão e destaca elenco

(Foto: Reprodução da Internet)

No último sábado, o Palmeiras foi até o Morumbi e venceu o Choque-Rei com o São Paulo pelo placar de 2×0. Com a vitória no clássico, que marcou a quebra de um tabu, visto que a equipe não vencia o rival fora de casa há 16 anos, o Verdão se firmou na liderança do Brasileirão e abriu vantagem. Faltando 10 rodadas para o término da competição, o alviverde está três pontos à frente do vice-líder Internacional e, em tempo de eleições, se candidata como um dos maiores favoritos para ficar com o título.

O próximo compromisso será no domingo, contra o Grêmio, no Pacaembu, e a expectativa é de um duelo difícil. Para o zagueiro Antônio Carlos, a situação na classificação, coloca o Palmeiras como o “time a ser batido” no torneio.

QUER SABER MAIS SOBRE O PALMEIRAS? CLIQUE AQUI.

“Sabemos que vai ser uma partida muito difícil. Todo mundo já sabe que, no campeonato que estamos vivendo, o time a ser batido é o nosso. Vamos manter o foco e a concentração. Sabemos que vai ser um jogo muito difícil. Teremos um grande adversário pela frente que é o Grêmio. Durante a semana, vamos ver o que o professor Felipão e a comissão (técnica) têm para falar para que possamos estar preparados para, no domingo, fazer uma ótima partida”, disse o defensor, em entrevista coletiva nesta quarta-feira.

A força do elenco é um dos grandes aliados do Palmeiras na busca por títulos na temporada. Aliada à qualidade dos jogadores, o time em evolução durante o ano é peça-chave do clube para seguir lutando pelas principais competições.

“O trabalho vem sendo feito desde o começo do ano e não pode mudar. Claro que agora com o professor Felipão, como vocês sabem ele é um ‘paizão’ para a gente, estamos em processo de evolução. Vamos continuar evoluindo até o último jogo do ano. Isso que é bastante importante para a equipe estar bem, na ponta da tabela e ser campeã. Para qualquer equipe, a evolução tem que continuar até o último jogo. Isso que é bastante importante. Tenho certeza que virão coisas boas, sim, porque estamos plantando, trabalhando e focados em um só objetivo”, destacou Antônio Carlos.

Com 46 partidas disputadas na temporada, o zagueiro afirmou que se considera titular, mas elogiou a concorrência. Em meio à disputa de mais de uma competição na temporada, o Palmeiras tem utilizado times “alternativos” e mantido o bom rendimento.

“Me sinto titular como todos os outros. Assim como o Edu (Dracena), o Gustavo (Gomez), o Luan, o Nico (Freire). Todo mundo está aqui para somar. Foi sempre a tecla que bati desde o começo do ano. O nosso grupo, nosso elenco, é muito bom. Muito bom. Então, acho que essa relação de na Libertadores estar jogando um time, no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil outro, é muito bom para gente. Isso é muito bom para a gente porque vai evoluindo tudo aquilo que o jogador tem para evoluir. Nossa defesa, ataque e meio-campo evoluíram muito. Não só esses, mas temos três excelentes goleiros. Isso é muito bom para o elenco. Até porque, ninguém fica ‘largado’. Fica todo mundo trabalhando ao máximo em cada treino para estar preparado quando a oportunidade chegar”, avaliou o zagueiro.

Para a partida contra o Grêmio, no domingo, Antônio Carlos descartou apontar um favorito. Assim como o Palmeiras, o tricolor gaúcho tem adotado a estratégia de rodar o elenco no Brasileirão e ocupa as primeiras colocações, ainda na disputa pelo título.

“Não sei o (time do Grêmio) que vai vir. Sabemos que, assim como nós, eles têm baixas no elenco. Mas vai ser um jogo muito difícil. Não tem favorito. Assim como estamos na semifinal da Libertadores, o Grêmio também está. O Grêmio também andou mudando em alguns jogos e ganhou. Querendo ou não, também está na ponta da tabela e chegando. Vamos estar focados para enfrentar o Grêmio seja com força máxima ou não”, completou o camisa 25.

Conteúdo publicado originalmente no site Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO PALMEIRAS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!