Adeus! Dez atletas ficam sem vínculo com o Inter e precisam ir atrás de clube

(Foto: Reprodução da Internet)

No início do ano, quando o montava o grupo de jogadores para 2018 depois de disputar a Série B, o ​Inter teve que fazer o chamado esforço hercúleo para encontrar interessados em cerca de 30 jogadores com os quais tinha vínculo e que, ao mesmo tempo, não faziam parte de seus planos. Pois para 2019 este trabalho não precisará ser tão exaustivo. Desta lista, dez nomes têm seus vínculos se encerrando, não serão aproveitados e, inclusive, já podem assinar pré-contrato com uma nova equipe.

O zagueiro Paulão, de 32 anos, é um deles. Depois de ser titular absoluto entre 2014 e 2016, caiu em desgraça junto ao torcedor por ser um dos “símbolos do rebaixamento”. No momento, está cedido ao América-MG depois de dois empréstimos consecutivos ao Vasco. Outro nome de certo destaque é o meia Marquinhos, que também compõe o elenco do Coelho. Aos 28 anos, sofreu com lesões no Beira-Rio, onde disputou apenas 19 partidas e marcou um gol. Já o atacante Roberson, indicado por Antônio Carlos Zago e atualmente no Jeju United (Coreia do Sul), e o volante Eduardo Henique, um pedido de Paulo Roberto Falcão e que está no Belenenses (Portugal), perderam espaço com as demissões de seus “padrinhos”, enquanto o atacante Aylon, de um início promissor, foi outro a ficar marcado pela queda de divisão. No momento, faz companhia a Paulão e Marquinhos em Belo Horizonte.

QUER SABER MAIS SOBRE O INTERNACIONAL? CLIQUE AQUI.

Existem jogadores menos conhecidos que também precisarão procurar clube em 2019. O lateral-esquerdo Kaike, no momento sem clube, tem 23 anos e foi dispensado no meio do ano pelo Sampaio Corrêa. O meia Mike, que está no Paysandu e tem 25 anos, é outro que integra esta barca, junto ao volante Ariel, que tem 22 anos, defende o Luverdense e jamais recebeu oportunidades no time principal do Inter, e o atacante Taiberson (foto abaixo), que está com 24 anos e foi devolvido pelo CSA. Por fim, o lateral-direito Claudio Winck (foto acima), que disputa o Brasileirão pelo Sport, é o único que nutre alguma chance de permanência. O jogador está com 24 anos e terá ainda mais três meses de contrato para, quem sabe, confirmar, finalmente, que deixou de ser uma promessa para virar realidade.

Conteúdo publicado originalmente no site 90min

RECEBA NOTÍCIAS DO INTERNACIONAL DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!