Lesão de Everton tem grau de intensidade revelado

(Foto: Reprodução da Internet)

Tanto a comissão técnica como os torcedores do Grêmio descobriram através de exames realizados nessa segunda-feira (8) quanto tempo o atacante Everton estará fora de combate. E as notícias não são muito animadoras pensando nas duas competições em que o clube ainda está disputando na reta final de 2018.

A contusão muscular de Everton na coxa direita, suficiente para a sua recente desconvocação da Seleção Brasileira, foi avaliada como de grau 2.

QUER SABER MAIS SOBRE O GRÊMIO? CLIQUE AQUI.

Logo, o tempo inicial de recuperação necessário será de 15 dias, algo que fatalmente tira o jogador das próximas duas rodadas do Brasileirão diante do Palmeiras no próximo domingo (14) e diante do América-MG no dia 20 de outubro em Belo Horizonte.

A maior preocupação por ora do lado gremista é conseguir recuperar seu camisa 11 pensando no primeiro jogo da semifinal da Libertadores programado para o dia 23 desse mês frente ao River Plate no Monumental de Núñez.

Apesar de em tese a quantidade de dias de recuperação não permitir isso, o clube tem confiança de que o processo de recuperação dessa lesão seja tão bom como foi no início do ano quando Everton superou problema no adutor da coxa em somente 10 dias. Na época, o tempo normal que era estabelecido para a plena recuperação era de três semanas.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance

RECEBA NOTÍCIAS DO GRÊMIO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!