Calazans e Daniel agradam, e Flu ganha opções para clássico contra Fla

(Foto: Lucas Merçon / Fluminense)

A vitória contra o Paraná representa muito mais do que um resultado expressivo do Fluminense neste Campeonato Brasileiro. Com boas atuações de Marcos Calazans, Daniel e Paulo Ricardo contra o Paraná, nesta segunda-feira, o técnico Marcelo Oliveira ganhou mais opções para o clássico diante do Flamengo, no próximo sábado, e para a reta final do torneio. Com um elenco curto, novas peças aparecem em momento importante da temporada.

Após encontrar uma solução de ataque na dupla Everaldo e Luciano para o lugar de Pedro, que precisou operar o joelho e está fora da temporada, Marcelo Oliveira pode ver em Daniel uma possível opção para o equatoriano Junior Sornoza, principal meia do elenco e que será desfalque para defender a sua seleção em amistosos contra Qatar e Omã.

QUER SABER MAIS SOBRE O FLUMINENSE? CLIQUE AQUI.

Contra o Paraná, o meia precisou de pouco mais de cinco minutos para dar sua primeira assistência, no lance do quarto gol. Apesar do pouco tempo em campo - cerca de onze minutos -, Daniel não errou nenhum passe (nove no total) e teve um aproveitamento perfeito nos dribles. Ele entrou no lugar de Marcos Junior e se concentrou pelo lado esquerdo, mas variando para o meio.

Marcos Calazans, que passou por uma boa história de superação após duas cirurgias no joelho, pode vir a ser uma importante para o decorrer dos duelos. Tendo a velocidade e explosão como principais qualidades, o atacante é mais uma opção que Marcelo Oliveira tem para mudar o panorama do Fluminense em um jogo, ao lado de Matheus Alessandro.

O camisa 30, muito aplaudido pela torcida ao ser chamado para entrar no jogo, jogou 21 minutos e sofreu três faltas. Intenso, ele mostrou boa capacidade de dribles rápidos, acertando todos os que tentou, e foi bem na recomposição, contribuindo com a marcação na primeira metade do campo.

Paulo Ricardo, por sua vez, fez sua estreia com a camisa tricolor após a lesão de Ibañez e conseguiu manter o ritmo do camisa 41: jogando pelo lado direito, o zagueiro foi importante para qualificar a saída de bola naquele setor, acertando 90% dos passes que tentou e dando um lançamento. Ele foi confirmado como um dos inscritos para a próxima fase da Copa Sul-Americana.

Além disso, mostrou bom tempo de bola e posicionamento, fazendo botes certeiros e contribuindo com um corte, uma interceptação e bloqueando um chute da equipe adversária em 28 minutos em campo. Em uma partida contra uma equipe focada em defender, a capacidade de passar de Paulo Ricardo foi importante para começar as oportunidades de gol.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance

RECEBA NOTÍCIAS DO FLUMINENSE DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!

Mais sobre - Fluminense