Trio que forma espinha dorsal corintiana tem a assinatura de Mano Menezes

(Foto: Reprodução da Internet)

Mano Menezes, hoje, é técnico do ​Cruzeiro. Mas em duas passagens pelo ​Corinthians, ajudou a criar o chamado “DNA” de uma equipe que vem, desde o final da década passada, conquistando títulos mesmo em anos de austeridade financeira. Pois o treinador, que enfrentará o Timão na final da Copa do Brasil a partir de quarta-feira, é responsável por levar ao Parque São Jorge alguns dos pilares do atual elenco.

O lateral-direito Fagner, que é dúvida para o jogo no Mineirão, o meia Jadson e o atacante Romero foram contratado há quatro anos, sob desconfiança, e atualmente são titulares absolutos da equipe comandada, agora, por Jair Ventura. Pois os atletas reconhecem a importância do antigo comandante.

QUER SABER MAIS SOBRE O CORINTHIANS? CLIQUE AQUI.

“Foi o treinador que abriu as portas para mim dentro do Corinthians, que me ajudou a poder voltar e a estar bem. A gente sabe de todo o sucesso que ele tem, tudo que já ganhou. E eu fico agradecido. Sempre que vamos enfrentá-lo eu o cumprimento porque foi uma pessoa que me ajudou”, disse Fagner, que retornou ao Parque São Jorge para substituir o ídolo Alessandro, em 2014.

Com relação a Jadson, Mano deu o aval para que ele chegasse na negociação que envolveu a ida de Alexandre Pato para o São Paulo. Na atual temporada, tem 13 gols e 12 assistências, liderando as duas estatísticas. Já Romero era apenas uma promessa do Cerro Porteño-PAR, quando acabou observado pelo treinador e indicado como reforço.

“Praticamente ele me trouxe para o Corinthians. Quando eu cheguei aqui, ele falou que eu tinha que ter paciência, pois era um time grande, de tradição. Aprendi dentro e fora de campo com ele”, destacou o paraguaio.

Só que quando a bola rolar, a amizade e o carinho se transformarão em vontade de vencer.

Conteúdo publicado originalmente no site 90min

RECEBA NOTÍCIAS DO CORINTHIANS DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!