Inter se apega à sequência decisiva no Beira-Rio para se manter no topo

(Foto: Reprodução da Internet)

Ao perder para o Sport, de virada, na sexta-feira, o ​Inter deixou para trás a oportunidade de seguir dividindo a liderança do Campeonato Brasileiro com o Palmeiras. Agora três pontos atrás dos paulistas, o clube aposta no retrospecto atuando dentro de casa para se manter forte na briga pelo título nacional.

No domingo, o Colorado recebe o ​São Paulo em confronto direto na parte de cima da tabela. Enquanto o clube gaúcho ocupa a segunda colocação com 50 pontos, o Tricolor é quarto com 52. Na semana seguinte, novamente no Beira-Rio, o adversário será o ​Santos, que atualmente está em sétimo lugar, lutando para se aproximar do G-6.

QUER SABER MAIS SOBRE O INTERNACIONAL? CLIQUE AQUI.

Em 2018, o Inter foi derrotado apenas uma vez como mandante. O revés aconteceu no Gre-Nal da última rodada da fase de classificação do Campeonato Gaúcho, quando o clube já estava garantido nas quartas de final e o rival lutava para seguir adiante na competição. O jogo aconteceu no dia 11 de março, ou seja, já são sete meses de invencibilidade. No Brasileirão, em treze partidas até aqui, a equipe comandada por Odair Hellmann venceu dez e empatou três - só não conseguiu derrotar Sport, Cruzeiro e Palmeiras. Dos dez compromissos restantes, seis acontecerão em Porto Alegre.

“Estamos profundamente indignados, mas ainda temos 30 pontos para disputar. Temos que lamber as feridas e nos preparar para uma verdadeira decisão contra o São Paulo”, destacou o treinador.

Para esta partida, o zagueiro Victor Cuesta e volante Edenílson retornam após cumprir suspensão. Com isso, Klaus e Camilo devem, naturalmente, voltar para o banco de reservas.

Conteúdo publicado originalmente no site 90min

RECEBA NOTÍCIAS DO INTERNACIONAL DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!