Fernando Miguel diz estar focado na missão de substituir Martin Silva

(Foto: Reprodução da Internet)

Devido sua convocação para defender o Uruguai, Martin Silva ficará de fora do confronto diante do Botafogo, nesta terça-feira (09), válido pela 28º rodada do Brasileirão. Seu substituto será Fernando Miguel, que também atuará na rodada seguinte contra o Cruzeiro.

Será a sétima oportunidade que Fernando Miguel defenderá o gol vascaíno desde que desembarcou em São Januário no final do primeiro semestre. O camisa 33 chegou para ser o substituto imediato de Martin Silva, já que os goleiros da base Jordi e Gabriel Félix não se firmaram na equipe. Com a responsabilidade de ser o titular em um clássico, o arqueiro falou sobre as expectativas para o jogo. As declarações foram reproduzidas no site oficial do clube.

QUER SABER MAIS SOBRE O VASCO? CLIQUE AQUI.

“Se trata de um momento importante para o Vasco. O fundamental é todos estarem voltados para um único pensamento, que é reverter esse momento que o clube está passando dentro da competição. Esperamos fazer um bom jogo dentro do estádio do Botafogo para conquistarmos o resultado positivo e subirmos na tabela. Queremos sair de vez desse momento conturbado e dessa briga contra o rebaixamento”

Mesmo com o período quase quatro meses no banco de reservas, Fernando Miguel garantiu estar pronto para a defender a meta vascaína. Além disso, ele falou sobre as mudanças que os dois clubes enfrentaram recentemente, sendo a mais notável a ”inversão” dos técnicos Alberto Valentim e Zé Ricardo no comando dos dois clubes.

“O torcedor pode esperar muita motivação e muito comprometimento da minha parte. Vou procurar corresponder à altura do que Vasco da Gama espera e necessita de um goleiro. É um clube de ponta, então quem entra em campo com essa camisa precisa corresponder às expectativas. Espero fazer uma grande partida para junto com a equipe sair de campo festejando a conquista do resultado que mais nos interessa: a vitória”

“Muita coisa mudou nas duas equipes após a mudança de treinador. Além dos jogadores, tem também também as mentalidades, os métodos, as filosofias e os pensamentos sobre o esquema de jogo. Espero um jogo franco e aberto. São duas equipes de tradição do futebol brasileiro e um clássico importante da cidade do Rio. Precisamos pensar no conjunto da nossa equipe e na evolução que precisamos ter na reta final para somar o pontos necessários para sairmos dessa zona, um lugar onde o Vasco não pode estar perto”.

Conteúdo publicado originalmente no site Torcedores.com

RECEBA NOTÍCIAS DO VASCO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!