Dupla função? Dorival acumula 'responsabilidades' desde chegada ao Flamengo

(Foto: Reprodução da Internet)

Contratado após a turbulenta eliminação do Flamengo na Copa do Brasil, Dorival Júnior chegou ao clube em meio ao panorama de "terra arrasada". Por sua experiência e bagagem no meio esportivo, o veterano comandante sabia que, mais do que qualquer ajuste técnico ou tático, ​o elenco rubro-negro precisava ser recuperado emocionalmente.

​​Neste cenário, Dorival priorizou as longas conversas e a 'injeção de ânimo' nos jogadores, cumprindo um papel de psicólogo nos bastidores da Gávea. Como destaca o ​UOL Esportes, o treinador fez questão de respaldar "medalhões" que estavam em baixa com a torcida, como Vitinho e Fernando Uribe, contratados na janela de transferências do meio do ano.

QUER SABER MAIS SOBRE O FLAMENGO? CLIQUE AQUI.

A boa resposta de ambos foi imediata, já que se destacaram na ótima vitória rubro-negra sobre o Corinthians por 3 a 0. Ao final da partida, o treinador voltou a blindá-los, apostando que serão importantes na reta final da temporada:

"A oscilação é natural. O Vitinho chegou no fim da temporada europeia, vejo como normal o fato de ter dificuldades. É preciso paciência. O Uribe retornou de lesão. A qualquer instante nos dará uma resposta", afirmou.

Com muito papo, apoio e ajustes pontuais graduais, Dorival trabalha para recolocar o Flamengo no caminho das vitórias e boas atuações. O primeiro passo já foi dado em Itaquera.

Conteúdo publicado originalmente no site 90min

RECEBA NOTÍCIAS DO FLAMENGO DIRETO NO SEU MESSENGER. NÃO PERCA TEMPO! É DE GRAÇA!